Pesquisar
Close this search box.

É dose…

Editorial – Edição: 876 – sexta-feira, 17/06/22

Olá, querido leitor e cara leitora do JR

O município de Rolândia tinha, até a quarta-feira (15), 130 pessoas com Covid-19 e uma delas internada em uma UTI. Também até essa data, 255 pessoas haviam falecido em decorrência da doença no município – a última delas no dia 10 de junho: uma mulher de 96 anos.


Mas, mais do que falarmos dos casos, queremos abordar a questão da vacinação na cidade. O boletim da Saúde de Rolândia mostrava que 57.568 pessoas tomaram a 1ª dose da vacina contra a Covid-19. Com uma população estimada em 68.165 habitantes, o número de vacinados com a D1 foi de mais de 95% dos moradores aptos a tomarem a vacina (tirando as crianças menores de 5 anos, por exemplo).


O que nos chama a atenção é que quase 3 mil rolandenses não tomaram nem a primeira dose do imunizante. É muita gente. O caso é que muitos deles também não curtem usar máscara e, se forem infectados, poderão ter muita ‘dor de cabeça’. Muita mesma.


Voltando aos vacinados e vacinadas. Se temos 95% da população apta imunizada com 1ª dose, temos quase 90% das pessoas vacinadas com as duas doses. Se levarmos em conta o público com três doses, o percentual cai para 67% da população apta a receber o imunizante.


Mais especificamente, vamos ver os números das crianças. São 5761 crianças de 5 a 11 anos e 4109 receberam a primeira dose (71,3%); já a segunda dose foi dada em 2.677 crianças (46,5%). Há uma grande defasagem nesse público. Já os adolescentes de 12 a 17 anos são estimados em 5435 pessoas. Dessas, 3752 receberam a primeira dose (69%) e 3613, a segunda (66,5%). Nesta semana, esse público já pode ser vacinado com a dose de reforço. Será que vão?

Não acreditar nas doses da vacina é dose…

Josiane Rodrigues – editora

José Eduardo – Editora

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

De olimpíadas e outros esportes

Editorial – Edição: 962 – sexta-feira, 12/04/24 Querida leitora e caro leitor Nossa matéria de capa, ou de 1ª página quando se fala em jornal,