Pesquisar
Close this search box.

Heloá foi a última rolandense a nascer em 2022

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Heloá foi a última...

Com 47 cm de ‘altura’ e pouco mais de 3 quilos, Heloá é a 4ª filha de Roberta e Rodrigo, que moram no Nobre V

Filha de Roberta Almeida dos Santos (39), e de Rodrigo García Moreira (40)

O último bebê rolandense a nascer no ano de 2022 foi Heloá Almeida Garcia, que veio ao mundo exatamente às 18h10 do sábado, dia 31 de dezembro. Filha de Roberta Almeida dos Santos (39), e de Rodrigo García Moreira (40), Heloá nasceu com 47 cm de comprimento e com 3070 gramas na maternidade do Hospital São Rafael, em Rolândia, e é a 4ª filha do casal.


“Já temos a Eduarda, de 18 anos, a Rafaela, de 10 anos, a Helena, de 3, e agora ganhamos a Heloá”, comemora Roberta, que mora com a família no Jardim Nobre V. A mãe revelou que eles tentavam um menino, mas que a ‘produção’ para por aqui agora. “Meu sonho era ter um menininho, mas acho que agora não dá mais não, né?”, afirmou a mãe, já rindo. O pai, Rodrigo, não estava presente na hora da entrevista, mas chegou a tempo para as fotos.


Roberta também contou que fez o pré-natal na UBS do Nobre e quando descobriu que era menina contou ao Rodrigo. “Eu já sabia”, foi a resposta do pai de Heloá.


Roberta e Rodrigo estão juntos há 17 anos, desde 2005. “A gente se conheceu em setembro de 2004 e, em fevereiro de 2005, mandei uma cartinha para ele, por causa de seu aniversário, e logo depois fomos morar juntos”, relembra Roberta. Atualmente, Rodrigo trabalha no Vanzella e o casal vai mudar para uma casa sua, também no Nobre.


Roberta relembra da mãe, Vilce, falecida há quatro anos. “Ela só conheceu duas das netas, a Eduarda e a Rafaela”, lamenta, com os olhos marejados. Ela tem 12 irmãos, nove deles ainda vivos. O pai, Júlio, vai fazer 102 anos ainda em janeiro. “Agora ele está com minha irmã em São Paulo, mas volta em maio”, pontuou. Já Rodrigo tem a mãe Sueli.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Acusados da morte de Eduarda vão a júri

Editorial – edição: 957 – sexta-feira, 01/03/24 Depois de quase cinco anos, que serão completados no mês de abril, Ricardo Seidi e sua mãe Terezinha