Pesquisar
Close this search box.

JR: 20 anos de credibilidade, respeito e empatia

Criado em 2003 como Jornal de Rolândia, o JR cresceu até tornar-se Um Jornal Regional; a credibilidade, os leitores e as leitoras são o maior patrimônio do meio de comunicação, hoje fisicamente em 7 cidades

O casal Josiane Rodrigues e José Eduardo estão na editoria do JR – Foto: 5Mile

Nesta quarta-feira, 20 de setembro, o JR completa 20 anos de existência. Por duas décadas, o JR vem informando a população de Rolândia e região, sempre com muita seriedade e transparência, com notícias de interesse público e que afetam o dia a dia das pessoas. Essa seriedade e empatia se transformou e se solidificou em credibilidade, a qual, ao lado dos leitores e leitoras, são o maior patrimônio do jornal.

Conteúdos
Durante todo o mês de setembro, uma série de ações comemorativas estão programadas para celebrar os 20 anos do JR. Portanto, fique atento e nos acompanhe no jornal impresso e digital, além de nossas mídias sociais, nas quais diversos conteúdos especiais serão compartilhados. Serão depoimentos de parceiros, leitores, leitoras, autoridades, vídeos. Desde do início, agora e sempre o JR reafirma seu compromisso com a excelência jornalística, adaptando-se às mudanças tecnológicas e mantendo-se como uma fonte confiável de informações para todos vocês.


‘Nascido’ como Jornal de Rolândia, o JR teve sua primeira edição impressa no dia 20 de setembro de 2003 no formato tabloide – era exatamente a metade do que é hoje. O jornal foi fundado por José Eduardo da Silva, que continua como editor, Marlos de Andrade, Valdecir Gibim e Murillo Gatti – esses dois últimos já falecidos. Anos depois, os sócios saíram e apenas José Eduardo se manteve à frente do JR. Em 2008, José Eduardo, CEO do JR, recebe o apoio de sua esposa Josiane Rodrigues, na construção do periódico semanal, que passa a ter o formato berliner, maior que o tabloide e menor que o standart.


O ano de 2013 marcou o lançamento do site do JR. Em 2015, foi a vez da segunda grande mudança do JR: o impresso ganhou um novo layout, nova diagramação e foi totalmente reformulado. Este ano também marcou a inserção do veículo nas mídias sociais. “Deixamos de ser apenas uma edição impressa, para nos transformarmos em vários jornais, migrando para o meio online”, afirma Josiane.


Vale ressaltar que a edição de nº600 do JR também é lembrada com muito carinhos pelos editores. “Esta foi a 1ª edição de um jornal do Paraná a ter Realidade Aumentada”, disse José Eduardo. O recurso da RA permite ao leitor assistir a vídeos ou ver mais fotos da matéria que está lendo. Essas matérias sempre estavam marcadas com a logo da RA Zappar, o aplicativo que permitia o acesso a essas informações.


A distribuição do jornal impresso começa a se expandir e vai para as cidades de Prado Ferreira e Jaguapitã. Em 2021, Cambé também passa a receber o JR impresso, que muda seu nome fantasia para Um Jornal Regional, conservando o JR. No início de 2023, Londrina e Arapongas e, em agosto deste ano, foi a vez de Ibiporã ter o JR. Atualmente, o JR – Um Jornal Regional é distribuído gratuitamente às sextas.
Para a edição online, idêntica à impressa, não há limites geográficos.

Acesso no digital
O site do JR www.umjornalregional.com.br chega a ter mais de 50 mil visualizações durante o mês e tem média de 1,5 mil visitas diárias. As três contas do Facebook do JR ultrapassam os 65 mil seguidores e o Instagram do jornal se aproxima dos 15 mil.


Em 2021, a ID Agência Digital desenvolveu um novo site para o JR, mais agradável e muito fácil de ser navegado. Mas não é só pela forma que o JR tem conquistado mais leitores e leitoras. O conteúdo continua sendo a principal preocupação do veículo de comunicação e razão da credibilidade que o JR construiu ao longo desses 18 anos. O combate às fakes news e a busca pela verdade continuam norteando o jornal.

Sujeitos
O JR está no jornal impresso, digital, no Facebook, no Instagram, no Linkedin, no Google Negócios, e não é feito apenas por sua equipe. As matérias e o resultado final recebem a contribuição dos leitores e leitoras, dos anunciantes, dos parceiros, dos internautas, enfim, dos nossos amigos. Hoje, a equipe do JR é formada pelos editores Josiane Rodrigues, José Eduardo da Silva e pela jornalista Nayara Afonso.

A jornalista Nayara Caroline Afonso e Silva também faz o JR

Missão
A missão do JR é: “Informar a população sobre os acontecimentos da cidade de Rolândia e região com o compromisso ético, tentando ser o mais imparcial possível.”
Pretende-se garantir, dessa maneira, que o eleitor possa, ele mesmo, tecer a sua opinião crítica a respeito dos assuntos retratados pelo jornal, levando-se em conta:

  • abordagem de todos os elementos envolvidos no acontecimento;
  • observação do código de ética do jornalista;
  • garantia de respeito ao ser humano, através da não exposição da degradação da pessoa humana;
  • garantia da livre expressão, mas não confundida com o direito à agressão ao diferente.

Visão
A visão do JR é: “Ser referência como meio de informação na cidade de Rolândia e sua microrregião tanto para os leitores quanto para outros veículos, buscando crescer em área de abrangência e em números de exemplares – falando-se na edição impressa e na área digital, por meio das ferramentas tecnológicas, tornar-se um referencial como veículo de comunicação, ampliando e melhorando os meios que já utilizamos.”

Valores

  1. compromisso com a ética humana (não expor pessoas a situações constrangedoras, humilhantes)
  2. compromisso com a vida humana (não mostrar cenas degradantes de pessoas -vivas ou mortas)
  3. compromisso com a ética jornalística
  4. construção de credibilidade e confiança do leitor através desses anos.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

De eleição, de atentados e de PodFalah JR

Editorial – Edição: 971 – sexta-feira, 21/06/24 Querida leitora e caro leitor Respeitável público: a eleição do dia 06 de outubro já começou. Em Rolândia,