Pesquisar
Close this search box.

Paixão por plantas faz rolandense e noivo crescerem no Insta

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Paixão por plantas faz...

Arthur e Cleber mostram o dia a dia em um apartamento com mais de 400 plantas e já contam com quase 90 mil seguidores no Instagram

Arthur e Cleber entre algumas de suas centenas de plantas

Em 2018, o rolandense Arthur Brum (31) conheceu o atual noivo Cleber Araldi (40), e junto com ele conheceu mais sobre o universo das plantas. Com o objetivo de fazer desse hobby algo a mais, Arthur criou em 2019 o ‘Sr. Cacto Natureza Urbana’ (@srcactoldn) e, aos poucos, sua conta no Instagram foi crescendo cada vez mais.


“Cleber já tinha muitas plantas e muitas pessoas pediam mudas ou pediam para montar arranjos. Em abril de 2019, tivemos a ideia de criar um perfil no Instagram”, conta Arthur. O rolandense, além de ser jornalista, nesta época já atuava na área de marketing, para ter renda extra, e por isso, teve facilidade em criar a conta e começar a produzir os conteúdos.

A pandemia e a mudança radical
Em 2020, durante a pandemia, o mercado de plantas expandiu e muitos, que antes não tinham plantas, começaram a passar mais tempo em casa e a gostar de tê-las para decorar seus ambientes, além de ser também uma atividade terapêutica. Por mais que o mercado já existisse antes, esse período trouxe um crescimento muito significativo, principalmente para venda de plantas online. “E foi no final de 2020 que criamos um e-commerce para vender plantas online. Desenvolvemos um site, que hoje já não existe mais, para vender plantas online, com informações sobre cuidados, cultivo, espécies e uma série de informações para os amantes das plantas”, explicam Arthur e Cleber.


Foi quando, em março de 2021, um dos conteúdos “viralizou” e em 19 dias eles passaram de 1.400 seguidores para 10 mil seguidores. “O vídeo era sobre ‘6 plantas de porte médio e grande para apartamentos’ e chegou a mais de 718 mil visualizações. A partir daí, pessoas de todo o Brasil começaram a seguir nosso perfil e queriam comprar plantas. Em maio de 2021, chegamos aos 20 mil seguidores, foi um crescimento muito rápido e até um pouco assustador”, afirma o casal.


E foi nesse momento que, devido ao cuidado extremo e um tempo na rotina que eles não tinham, pois trabalham em empregos com horário comercial, que pararam de vender plantas, pois não queriam entregar um produto/serviço sem qualidade e fecharam o e-commerce. “Focamos somente na criação de conteúdo. Uma coisa que sempre deixamos claro para as pessoas é que não somos profissionais da área, não somos biólogos, somos duas pessoas comuns que amam plantas e que estudam muito, e não postamos nada se não tivermos certeza do que estamos falando”, pontua Arthur.

A vivência com o marketing de influência
Em maio de 2022, a conta teve mais um pico de crescimento gigantesco, e alguns vídeos passaram de mais de 1 milhão de visualizações. Em apenas 3 meses, eles ganharam mais 50 mil seguidores – atualmente, atuam 100% como influencers digitais. “Entendemos que estávamos alcançando muitas pessoas, as marcas começaram a entrar em contato para parcerias e não sabíamos o que fazer. Foi aí que buscamos ajuda profissional. Entramos em contato com uma grande amiga nossa, a Mika da Gatú Digital”, contam.


Hoje, o casal já está fechando parcerias e publicidades com pequenas, médias e grandes marcas. “Nós confessamos que o termo influenciador é assustador (e não gostamos muito), mas hoje nós somos influenciadores e vemos esse mercado com outros olhos. Recebemos mensagens de pessoas que falam que se inspiraram com o perfil, que começaram a cuidar de plantas, e que inclusive ajudamos a superar momentos difíceis e doenças como depressão e ansiedade”, compartilham Arthur e Cleber.


Em meio a mensagens carinhosas, infelizmente também são alvos dos chamados “haters”. “Há pessoas que nos chamam de loucos, doentes, que não temos vida, que somos escravos das plantas, coisas desse tipo, mas nós sempre falamos o seguinte: cada um tem o direito e o livre arbítrio de tomar suas próprias decisões, nós amamos nossa casa cheia de plantas, e enquanto conseguirmos cuidar delas vai estar tudo bem”, afirma o casal.


Neste momento, os dois querem criar um Canal no YouTube e se mudarem para um local maior, até para facilitar o cuidado das plantas e a criação de conteúdo. “Nosso propósito é transmitir esse amor pelas plantas, através de conteúdos ricos, com informação, conhecimento, curiosidades, inspiração, humor e leveza”, ressalta Arthur.


E um conselho que o casal deixa para quem quer trabalhar com influência ou com a área digital é saber ‘nichar’ seu conteúdo, tentar trabalhar uma linha de conteúdo específica ou áreas semelhantes. “Manter o pé no chão, fazer o que você gosta e se sinta bem também é importante, e não esqueça dos momentos de descanso, pois é extremamente importante para saúde mental”, orienta Arthur.


Para acompanhar o dia a dia do casal, acesse o perfil no Instagram (@srcactoldn). Já o e-mail para contato é o [email protected].

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Sobre muitos assuntos

Editorial – Edição: 963 – sexta-feira, 19/04/24 Querida leitora e caro leitorMuitos assuntos e pouco espaço. Já ouvimos uma data para a implantação do estacionamento

Cotidiano

Um ano do falecimento do Padre Zé

Monsenhor José Ágius faleceu na cidade de Victoria no dia 18, depois de passar em Munxar, sua aldeia-cidade natal no dia 17 Nesta quinta-feira (18),