Pesquisar
Close this search box.

Revitalização da José Bonifácio pode chegar a R$ 30 mi

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Revitalização da José Bonifácio...

Prefeito de Cambé, Conrado Scheller, falou com o JR depois que seu projeto de municipalização da avenida que liga Cambé a Rolândia foi aprovado

O prefeito Conrado Scheller na avenida José Bonifácio, que agora é de Cambé

“Sem a municipalização jamais seria possível buscarmos recursos do governo, seja ele estadual ou federal para a realização dessa obra, simplesmente porque a avenida não tinha dono”. A fala é do prefeito de Cambé Conrado Scheller (DEM), após conversar com o JR sobre a municipalização da avenida José Bonifácio, importante via que liga Cambé a Rolândia ‘por dentro’ e que passa pelo chamado Porto Seco.


Após ter seu Projeto de Lei (PL) de municipalização aprovado pela Câmara Municipal, o chefe do executivo explicou quais são os próximos passos para a realização dessa obra, que deve custar em torno de 30 milhões de reais aos cofres públicos e ainda não tem data prevista para começar, pois é uma obra de grandes dimensões e que depende de diversos fatores, conforme afirmado pelo prefeito.


“Esse projeto da José Bonifácio foi muito debatido com os empresários e com a comunidade e não queremos que ninguém seja enganado. Preciso esclarecer que a municipalização não vai trazer do dia para noite a infraestrutura necessária para o local (…) antes a avenida não tinha dono e isso tudo demorou para ser resolvido, mas agora, que efetivamente ela está municipalizada, não será de um dia para o outro que o asfalto novo vai ficar pronto, ainda vamos trabalhar muito para isso”, ressaltou Scheller.


De acordo com o prefeito, nesse momento está sendo feito o que foi previamente combinado com a comunidade. “É uma obra muito grande, não é só passar o asfalto. Agora após a posse da municipalização nós vamos contratar uma empresa para executar o serviço, porque a Prefeitura de Cambé não tem no seu quadro profissionais habilitados para fazer uma estrutura viária nesse porte”, explicou.


Ainda segundo Scheller, já existe um recurso destacado por meio da deputada federal Luisa Canziani (PSD), e pelo deputado estadual Tiago Amaral (PSD). “Sem dúvidas nós queremos estudar a melhor forma de execução desse projeto, e verificar se cabe ciclovia, ou se não cabe, e entender como será de fato realizada essa duplicação. Com isso, os profissionais vão estabelecer qual a prioridade para esse local”, informou o gestor.


Scheller enfatizou que assim que o projeto estiver pronto – o que segundo ele ainda vai demorar um pouco e certamente não será neste ano – irá para Brasília e para Curitiba buscar recursos junto ao governo federal e ao governo estadual. A melhoria na via, que já é uma solicitação muito antiga por parte da população, será essencial para melhorar o grande o fluxo de veículos que utilizam o local diariamente no trajeto casa/trabalho. Muitos, inclusive, de bicicleta.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

De pré-candidatos a vice em Rolândia

Editorial – Edição: 970 – sexta-feira, 14/06/24 Querida leitora e caro leitor Vocês já notaram que o clima de política e de eleição já começa

Cotidiano

Advogado rolandense vai para a AGU

Lucas Yudi Tokano Pereira, ex-diretor da Câmara de Rolândia, foi empossado como advogado da União na última sexta-feira O advogado rolandense Lucas Yudi Tokano Pereira,

Cotidiano

Araponguense é eleita Miss Paraná 2024

Isabelle Queiroz conquistou o título no sábado em evento em Maringá e vai representar o Estado no Miss Brasil 2024 A araponguense Isabelle Queiroz Bartoli,

Cotidiano

De Mercadão (em 2026), Vacinações e Atletas

Editorial – Edição: 969 – sexta-feira, 07/06/24 Querida leitora e caro leitor O mercado municipal de Rolândia, chamado de Mercadão Ferroviário, deve ser inaugurado em