Pesquisar
Close this search box.

Rolandenses em exposição que celebra a Síndrome de Down

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Rolandenses em exposição que...

Fotos com ‘um novo olhar’ para a síndrome de Down serão expostas no Shopping Aurora, em Londrina, a partir da quarta, dia 01 de março

A modelo Gabriela Mungo Jacques está na exposição

Entre os dias 01 a 21 de março, a aguardada exposição “Um novo olhar” volta a ser realizada no Aurora Shopping, em Londrina. A ação busca chamar a atenção da sociedade para a importância da inclusão social das crianças com Síndrome de Down.


A fotógrafa Rosângela Oliveira traz 25 imagens em tamanho ampliado de crianças com Down e suas famílias. Duas dessas crianças são rolandenses: André Carlos de Araújo Moreira Soares e Gabriela Mungo Jacques, que trabalham há tempos com a profissional da imagem.


“Pelo segundo ano consecutivo estou fazendo a exposição no Aurora, além da Gabi e do André que são de Rolândia, também temos crianças de Ortigueira; Jacarezinho, Telêmaco Borba e Londrina. Inclusive de Londrina muitas crianças são da APS DOWN, entidade sem fins lucrativos em que meu marido é tesoureiro voluntário há oito anos, e onde eu também faço trabalho voluntário”, explicou Rosângela.


A exposição termina na data em que se comemora o Dia Internacional da Síndrome de Down, no dia 21 de março. Esse dia foi uma escolha da Down Syndrome Internacional e faz alusão à presença de 03 cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células do corpo humano com Down. A data integra o calendário oficial da Organização das Nações Unidas, sendo comemorada pelos 193 países-membros da ONU.


De acordo com Rosângela, o foco da sua exposição ainda é o mesmo. “Queremos promover a inclusão através da fotografia e mostrar para as pessoas, e para a sociedade que eles são tão lindos quanto qualquer outra criança. É muito legal esse trabalho porque depois que eu faço o ensaio, as mães e as famílias só vêm no dia da exposição para conferir o resultado, e acaba sendo uma surpresa para eles. É sempre muito emocionante para as famílias, e para as próprias crianças que são os modelos, pois eles adoram ver o resultado do trabalho e eu vejo a alegria deles e neles”, afirmou a fotógrafa.

Sem patrocínio
O projeto já existe há sete anos e, por conta da pandemia, Rosângela deixou de fazê-lo por dois anos seguidos. As fotos foram todas tiradas ao ar livre e em locais da região. A profissional revela que este é um trabalho que ela faz com muita dedicação e carinho, mas que ainda falta patrocínio, pois os pais também acabam ajudando financeiramente na parte de impressão dos painéis.


“Eu queria muito um patrocínio para ajudar na confecção dos quadros, pois isso também iria diminuir o custo para as mães e pais. Mas até agora a gente não conseguiu ninguém interessado em nos ajudar com essa parte, e fica o convite para algum empresário (a) ou qualquer outra pessoa que possa contribuir com essa ação, que é feita com muita dedicação”, ressaltou Rosângela Oliveira.


A profissional revela que, mesmo com as dificuldades, o projeto é extremamente importante para ela e que tudo é feito com muito amor. “Eu me sinto abençoada por poder registrar esse momento, essa luz que eles têm. Voltamos no ano passado e tivemos bastante gente visitando, espero contar com o mesmo público neste ano também”, convida a profissional da fotografia.

Contato
Às pessoas interessadas no trabalho da fotógrafa Rosângela Oliveira, basta buscar por seu Instagram (@projetoumnovoolharbrasil).

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

De olimpíadas e outros esportes

Editorial – Edição: 962 – sexta-feira, 12/04/24 Querida leitora e caro leitor Nossa matéria de capa, ou de 1ª página quando se fala em jornal,