Pesquisar
Close this search box.

Rolândia: Associação do Belmonte alerta donos de terrenos do bairro

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Rolândia: Associação do Belmonte...

Durante a Assembleia Geral, moradores solicitaram que proprietários de terrenos do bairro façam a manutenção da limpeza de seus lotes

AGO da Associação dos Moradores do Belmonte foi realizada no auditório da ACIR

Na semana passada, a Associação de Moradores do Residencial Belmonte, de Rolândia, realizou uma Assembleia Geral Ordinária (AGO) na qual foram aprovadas as contas referentes a 2023. Outros assuntos também foram tratados como a orientação aos proprietários de terrenos do bairro no que diz respeito à limpeza de seus lotes, com a possibilidade de denúncia à Secretaria de Meio Ambiente em caso de descumprimento.

De acordo com Érico Alencar da Silva Ignácio, presidente da associação, a limpeza dos terrenos é de extrema importância pois somente essa ação é capaz de evitar o aparecimento de insetos, como aranhas, e outras possíveis consequências relacionadas à falta de manutenção, especialmente agora com a situação alarmante do aumento da dengue no município. “Pedimos encarecidamente aos proprietários de lotes que realizem a limpeza dos seus terrenos. Uma vez que isso não estiver ocorrendo, os proprietários, bem como os moradores atuais, e a Associação encaminharão denúncias sobre os terrenos com mato alto para o Meio Ambiente. Além disso, a Associação também permite que os donos de lote, não apenas os moradores, tornem-se sócios para garantir a segurança. Se houver um número suficiente de pessoas como donas de lote, é possível que a Associação passe a cuidar desses terrenos”, explicou.

“Por isso queremos atrair novos sócios para a Associação, seja por iniciativa própria ou aderindo à associação, a fim de garantir que o mato seja cortado, independentemente de serem moradores ou proprietários de lotes. O principal objetivo é manter a segurança e a qualidade de vida no bairro”, enfatizou Érico.

Na reunião, outros assuntos gerais foram tratados, incluindo a reivindicação ao órgão responsável para a abertura do canteiro em frente à Avenida Brasília, visando melhorar o fluxo de tráfego no bairro, e uma solicitação para a proibição de estacionarem na rotatória, com a instalação de placas de sinalização de trânsito. Além da cobrança aos proprietários em construção para que reparem danos nas calçadas vizinhas causados por suas obras, solicitando que os mesmos devem restaurar, recuperar ou consertar os danos durante ou após a conclusão da construção.

Também foi levando uma sugestão de elaboração de uma ‘Cartilha de Obras’ para definir regras aos proprietários durante o processo de construção. Uma decisão da loteadora do empreendimento, em uma reunião prévia com a diretoria, de manter por mais um ano a roçagem das praças e calçadas das áreas comuns do bairro, além de manter os banheiros fechados também foi pauta da AGO.

A Associação
Conforme afirmado pelo presidente, o Residencial Bel Monte é um bairro aberto que tem como característica a proposta de bairro planejado. Tal conceito se expressa em seu calçamento, lixeiras e identificação de ruas padronizadas e avança por possuir desde seu início áreas de lazer e esporte, monitoramento de câmeras 24 horas, ronda ostensiva (segurança) e por até então apresentar praças, lotes e calçadas mantidas em boas condições.

“A manutenção da ronda e serviços se dava de forma mista entre pequena contribuição de moradores e proprietários de lotes e a empresa responsável pelo loteamento. Passados 10 anos desde sua criação, uma desmobilização significativa de participação nos rateios de custo por parte dos proprietários de lotes e alguns moradores, somada a uma descaracterização dos fins empresariais da empreendedora do loteamento, a levou a deixar de manter diretamente o contrato com a Ronda no bairro, comunicando a época tal decisão aos proprietários de lotes e moradores”, relembrou.

“O consenso se fez entre todos sobre a importância, em um primeiro momento, da manutenção da segurança através do serviço de Ronda e, para tal, seria necessário criação de uma associação para realizar os contratos necessários. E foi no dia 27 de fevereiro de 2023, na sede da empreendedora do loteamento, ocorreu a primeira assembleia geral extraordinária de fundação da Associação de Moradores do Residencial Bel Monte”, concluiu o presidente Érico Alencar da Silva Ignácio..

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Conheça os ganhadores do sorteio da ACIR

Associação Empresarial de Rolândia realiza seu sorteio do Dia das Mães e premia 19 pessoas; uma delas levou uma joia A Associação Empresarial de Rolândia

Cotidiano

Doar e diminuir a dor

Editorial – Edição: 966 – sexta-feira, 10/05/24 Querida leitora e caro leitor A tragédia que se abateu sobre o Rio Grande do Sul tem suscitado