Pesquisar
Close this search box.

Rolândia deve se aproximar de 70 mil habitantes

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Rolândia deve se aproximar...

Informações são do Censo 2022; cerca de 90% da área urbana já foi visitada pelos recenseadores, mas faltam ainda locais na zona rural

Matheus Polvani é coordenador do Censo em Rolândia

Apesar de ter se atrasado em todo o país – a previsão era de ter terminado em outubro – o Censo 2022 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) deve terminar no final de novembro ou início de dezembro. “Em Rolândia, estamos adiantado e devemos ter feito 70% de todo o serviço já”, explica Matheus Gardim Polvani (26), agente censitário e coordenador do Censo na cidade. Em Rolândia, até a terça-feira (08) já haviam sido recenseadas 63.651 pessoas (32.620 mulheres e 30.839 homens) e 27.550 domicílios visitados.


De acordo com Matheus, há alguns setores urbanos que os recenseadores estão voltando, principalmente por ausência ou recusas. “Mas o setor urbano está quase finalizado. Já fomos a cerca de 90% das casas na área urbana”, revela Matheus. “Atualmente, são cinco supervisores e 32 recenseadores ativos em campo – no início do trabalho eram 55, mas os setores foram acabando e o pessoal saindo”, ressaltou.


O coordenador explica que o que falta ainda para visitar são as áreas rurais e que a parte ‘urbana’ dos distritos de São Martinho e do Bartira (Nossa Senhora Aparecida) já foi terminada. “Temos algumas pessoas já fazendo essa parte rural, mas ela é mais complicada por causa da distância”, pontuou Matheus Polvani.

Bartira e São Martinho
Os dois distritos de Rolândia, Nossa Senhora Aparecida e São Martinho, já foram recenseados, pelo menos em sua parte urbana. “São Martinho tem 1503 habitantes e o Bartira tem uma população de 480 pessoas. Isso só no distrito mesmo, sem contar os sítios que estão próximos e que ainda não foram entrevistados”, resumiu o coordenador do Censo em Rolândia.


A última edição do Censo Demográfico ocorreu em 2010. Em maio do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o Censo Demográfico do IBGE deveria ser realizado em 2022. A contagem populacional estava prevista para 2020, foi adiada para 2021, devido à pandemia do novo coronavírus, mas problemas orçamentários a inviabilizaram. Em abril de 2021, o Ministério da Economia informou que o Censo não seria realizado por falta de orçamento.


A projeção inicial do IBGE para Rolândia era de 66 mil pessoas. “Já estamos próximos disso. Eu acredito que vamos passar desse número ao final do Censo porque temos os ausentes e os rurais”, esclareceu Matheus. O coordenador afirma que o número de habitantes do município deva ser entre 68 mil e 70 mil. “Mas não deve passar de 70 mil pessoas não. Mesmo que haja pessoas que não queiram responder à entrevista, o IBGE faz uma estimativa para dar os números finais”, continuou Matheus Polvani.

Atenda ao Censo
O coordenador volta a falar para que as pessoas recebam o recenseador, principalmente nas casas em que estão voltando por causa de ausência e recusas. “A gente deixa um papel com um número de WhatsApp para que a pessoa entre em contato, se for o caso. Não precisa ter medo de passar as informações, pois os dados são sigilosos e importantes para que o Governo saiba a população e planeje as suas políticas públicas”, salientou Matheus.


Para mais informações e para sanar dúvidas, o telefone é o 0800 721 8181.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Arapongas terá desabastecimento no domingo

Manutenção na rede de energia elétrica, feita pela Copel, afeta abastecimento de água no município A Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar informa que,