Pesquisar
Close this search box.

Rolândia ultrapassa os 50 mil eleitores

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Rolândia ultrapassa os 50...

Em ano de eleições municipais, Rolândia tem 50.023   mil eleitores e eleitoras; votos para uma cadeira na Câmara deve chegar a 3,5 mil

Rolândia ultrapassou os 50 mil eleitores na quarta-feira da semana passada, dia 17 de abril semana. A informação foi repassada pelo chefe do Cartório Eleitoral do município, Mário Bannwart. “Nessa data, o município chegou a 50.023 mil eleitores e eleitoras, mas esse número deve mudar até o dia 08 de maio”, explica Bannwart, chefe do Cartório Eleitoral de Rolândia.

Ainda de acordo com Bannwart, o número de eleitores tende a aumentar ainda mais, embora seja necessário considerar também os fatores como óbitos e mudanças de residência, que influenciam nesse cenário. “O município também tem 150 seções eleitorais para o pleito deste ano”, pontuou o chefe do Cartório.

Cadeira por 3,5 mil votos

A eleição para as 10 cadeiras a Câmara Municipal deve ser uma das mais disputadas neste ano. Com 50 mil eleitores e com as médias históricas de abstenção, votos nulos e brancos, uma vaga no Legislativo deve ‘custar’, aproximadamente, 3,5 mil votos. Como? Com 50 mil eleitores e uma média de abstenção de cerca de 20%, devem ir às urnas rolandenses cerca de 40 mil eleitores.

Desses 40 mil, cerca de 13%, historicamente, votam em branco ou anulam os votos. Isso quer dizer que aproximadamente 5,2 mil eleitores e eleitoras não terão seus votos validados. O número de votos restante – cerca de 35 mil –, chamado de votos válidos, deve ser dividido pelo número de vagas na Câmara, ou seja, deve ser dividido por 10. Chegamos, então, a 3,5 mil votos para cada cadeira: cada partido terá direito a uma vaga a cada 3,5 mil votos que fizer.

Em 2020, Rolândia tinha 47.832 eleitores, mas quase 12,5 mil eleitores não foram às urnas – a abstenção foi maior (25%) devido à pandemia da Covid-19. Votaram, naquele ano, pouco mais de 35 mil pessoas: retirando os votos nulos e brancos, foram 30.296 votos válidos, resultando em um quociente eleitoral de 3.029 votos. Em 2016, o município contava com 46.746 eleitores e houve abstenção de quase 20% dos votantes, somados aos votos nulos e brancos, se chegou a 32.815 votos válidos, tornando o quociente eleitoral de 3281 votos para cada vaga do Legislativo.

Prazos para realizar processos com o título

Bannwart esclareceu que 8 de maio é a data limite para os eleitores que desejam realizar processos com o título de eleitor como, por exemplo, revisão ou transferência. “Vale destacar ainda que, ao se dirigir ao cartório, é indispensável trazer os documentos necessários, como comprovante de residência, CPF e documento oficial com foto”, alertou.

O chefe também destacou que hoje no Paraná existe um serviço que se chama “Título Fácil”. Esse serviço possibilita que o eleitor domiciliado no Paraná seja atendido em qualquer cartório eleitoral do estado para resolver suas pendências.

Os eleitores podem se dirigir a qualquer fórum eleitoral do Estado para obter o primeiro título e a segunda via ou realizar transferência e alterações no cadastro. Todas as informações ficam em um sistema integrado e podem ser acessadas em todo o Estado. “Neste ano em Rolândia não terá plantão de atendimento eleitoral, então nesse caso, os eleitores podem procurar os municípios vizinhos, como Londrina, Arapongas e Cambé para realizar seus procedimentos eleitorais”, sugeriu o chefe do cartório.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), o próximo plantão será nos dias 4 e 5 de maio. No dia 4 de maio (sábado), o horário de atendimento será das 9 às 17 horas e, no dia 5 de maio (domingo), das 9h às 13h.

Prazos para realizar processos com o título

Bannwart esclareceu que dia 8 de maio, é a data limite para os eleitores que desejam realizar processos com o título de eleitor, como por exemplo revisão ou transferência. “Vale destacar ainda que ao se dirigir ao cartório é indispensável trazer os documentos necessários, como comprovante de residência, CPF e documento oficial com foto”, alertou.

O chefe também destacou que hoje no Paraná existe um serviço que se chama “Título Fácil”. Esse serviço possibilita que o eleitor domiciliado no Paraná seja atendido em qualquer cartório eleitoral do estado para resolver suas pendências.

Os eleitores podem se dirigir a qualquer fórum eleitoral do Estado para obter o primeiro título e a segunda via ou realizar transferência e alterações no cadastro. Todas as informações ficam em um sistema integrado e podem ser acessadas em todo o Estado.

“Neste ano em Rolândia não terá plantão de atendimento eleitoral, então nesse caso, os eleitores podem procurar os municípios vizinhos, como Londrina, Arapongas e Cambé para realizar seus procedimentos eleitorais”, sugeriu o chefe do cartório.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), o próximo plantão será nos dias 4 e 5 de maio. No dia 4 de maio (sábado), o horário de atendimento será das 9h às 17h, e no dia 5 de maio (domingo), será das 9h às 13h.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

De eleição, de atentados e de PodFalah JR

Editorial – Edição: 971 – sexta-feira, 21/06/24 Querida leitora e caro leitor Respeitável público: a eleição do dia 06 de outubro já começou. Em Rolândia,