Pesquisar
Close this search box.

Centena de alunos visitam a Casa de Artes de Ibiporã

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cultura
  6. /
  7. Centena de alunos visitam...

Em agosto, mês dedicado ao artista Henrique de Aragão, mais de 650 alunos e alunas do Ensino Fundamental visitaram o local

Alunos e alunas ‘invadiram’ a Casa de Artes em agosto

Mais de 650 crianças do 4º e 5º anos do Ensino Fundamental visitaram a Casa de Artes e Ofícios Paulo VI, de Ibiporã, em agosto, o ‘Mês Dedicado a Henrique de Aragão’. A programação foi organizada pela área de Museus da Secretaria de Cultura e Turismo de Ibiporã (SMCT) e busca difundir a obra de Henrique, manter viva a sua memória e proporcionar o acesso monitorado do público escolar ao vasto acervo artístico mantido pelo Município na Casa de Artes.


As visitas à Casa de Artes contam com a parceria da Secretaria de Educação, por meio da assessoria de Artes, crucial para o sucesso da programação. O ‘Mês de Visitas à Casa de Artes’ tem sido promovido todos os anos em agosto pela área de museus do SMCT porque é o mês do nascimento e da morte de Henrique – o artista nasceu em Campina Grande (PB) no dia 1º de agosto de 1931 e morreu em Ibiporã em 25 de agosto de 2015.


Ao entrarem na Casa de Artes para a visita mediada, os alunos normalmente ficam agitados e animados por estarem num espaço de arte ao ar livre, cercado de vegetação, pássaros e contemplando as araucárias, palmitos e palmeiras que Henrique tanto gostava. Os visitantes também podem observar as professoras e instrutores dos cursos de Artes Plásticas da SMCT (Cida, Pillar,Victória e Benito) ensinando seus alunos. Ficam também curiosos ao ouvir os sons dos instrumentos das aulas de música, que também acontecem na Casa: violão, guitarra, bateria…


Já dentro da Casa de Artes, ouvindo e vendo Henrique de Aragão falar no telão, os estudantes ficam impressionados depois ao ver suas obras e as várias facetas, cores, formas e diferentes materiais utilizados: madeira bruta, ferro, latão, aço e tinta acrílica.


“Um viva a educação para a arte! Que venham novos artistas desta nova geração”, comemorou o jornalista Jaime Kaster, que coordenou a programação e recebeu as turmas em visitas guiadas, com o auxílio das colaboradoras Milena, Cida Ribeiro e Fátima Rocha.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Cultura

Festa Literária de Londrina começa nesta sexta

Realizada na Biblioteca Pública, Flil reúne feira de livros, apresentações, bate-papos e lançamentos; entrada é gratuita Da Redação Rede Lume Começa nesta sexta-feira, 14, a