Pesquisar
Close this search box.

Conferência aprova Plano Municipal de Cultura de Ibiporã

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cultura
  6. /
  7. Conferência aprova Plano Municipal...

‘Democracia e Direito à Cultura – pensando Ibiporã’ foi o tema da conferência municipal, que também elegeu quatro delegados ‘estaduais’

Um momento histórico para a cultura ibiporaense. Com o tema “Democracia e Direito à Cultura – pensando Ibiporã”, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SMCT), e Conselho Municipal de Cultura de Ibiporã (CMCI), promoveram na noite de 26 de outubro, no Cine Teatro Padre José Zanelli, a 3ª Conferência Municipal de Cultura (CMC).


De caráter propositivo e deliberativo, o evento reuniu cerca de 100 pessoas, entre representantes do governo, da sociedade civil, e dos segmentos artísticos, a fim debater e definir políticas, programas e ações que moldarão o cenário cultural do município nos próximos 10 anos, por meio do Plano Municipal de Cultura. A secretária de Cultura e Turismo, Lourdes Narcizo, que presidiu a conferência, deu boas-vindas a todos. Em seguida, o diretor de Cultura e presidente do CMCI, Marcos Romani, enfatizou o caráter democrático e plural do evento. O prefeito José Maria Ferreira parabenizou a SMCT e os agentes culturais por estarem se mobilizando para construir, de maneira colaborativa, as políticas públicas culturais de Ibiporã.


A palestra magna ‘Democracia e Direito à Cultura’, foi ministrada pelo consultor Valdir Grandini, o Dentinho, coordenador do programa Fábrica (Rede Popular de Cultura), da Secretaria de Cultura de Londrina, e que está assessorando a SMCT desde o mês de fevereiro, quando iniciou a primeira Escuta Pública da Cultura para formulação do Plano Municipal de Cultura e implementação da Lei Paulo Gustavo.


Os trabalhos iniciaram Lourdes Narcizo lendo o Regimento Interno da 3ª Conferência, que foi aprovado por todos. Logo depois, foi feita a leitura do Plano Municipal de Cultura de Ibiporã – período 2023–2033, um documento extenso de 18 páginas que trouxe um histórico da ação cultural em Ibiporã, o diagnóstico da oferta atual de Cultura sob a coordenação do Município, por meio da SMCT, a demandas de gestão da política cultural em Ibiporã e uma projeção para o futuro, da qual os conselheiros e representantes dos segmentos participaram abertamente, enviando sugestões por escrito com os Objetivos do Plano: a curto prazo (para o próximo ano), médio (próximos três anos) e a longo prazo (próximos dez anos). Depois de muitos debates dos pontos, o Plano de Cultura de Ibiporã para os próximos dez anos foi aprovado.

Delegados
A reunião seguiu com a eleição dos delegados para a etapa estadual. Como teve um total de 90 inscritos (40 delegados eleitos e indicados votando as propostas e o Plano de Cultura e mais 50 lideranças, convidados e pessoas da comunidade participando das discussões), a regra prevê que possam ser indicados como delegados à etapa estadual até 5% do total de presentes, o que permitiu a indicação de quatro membros de Ibiporã. A eleição foi feita e só puderam votar delegados credenciados.


Os escolhidos para representar Ibiporã na 4ª Conferência Estadual de Cultura, prevista para os dias 4 e 5 de dezembro, em Foz do Iguaçu, foram Cláudia Eccard Graciano (do segmente dança), com 22 votos; Claudiane Maria Vieira Teodoro (também da dança, com 22 votos); Marcos Paulo Romani (do segmento governamental e presidente do Conselho Municipal de Cultura, com 19 votos) e Ana Cláudia Figueira (do segmento governamental/ Secretaria de Cultura e Turismo), com 16 votos.


“A conferência foi um espaço de diálogo aberto e construtivo, onde ideias foram compartilhadas, soluções propostas e compromissos firmados. Em nome da administração municipal, agradeço a presença e empenho de todos e todas. Juntos, podemos fortalecer o papel da cultura como um direito dos ibiporaenses e promover um futuro cultural vibrante e inclusivo para nossa cidade”, encerrou a secretária Lourdes Narcizo.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Cultura

Festa Literária de Londrina começa nesta sexta

Realizada na Biblioteca Pública, Flil reúne feira de livros, apresentações, bate-papos e lançamentos; entrada é gratuita Da Redação Rede Lume Começa nesta sexta-feira, 14, a