Pesquisar
Close this search box.

Microrregião Centro-Leste terá serviços da Sanepar

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Economia
  6. /
  7. Microrregião Centro-Leste terá serviços...

Com a aprovação da contratualização em assembleia, Rolândia poderá ter contrato com a Sanepar até 2048, como outros municípios

Presentes na reunião os prefeitos Ailton Maistro (Rolândia), Marcelo Belinatti (Londrina), Sérgio Onofre (Arapongas) e Conrado Scheller (Cambé)

A Microrregião de Águas e Esgoto Centro-Leste do Paraná, composta por mais de 100 municípios, realizou uma assembleia e aprovou a questão da contratualização da Sanepar com as cidades do bloco. A assembleia foi realizada na Universidade Estadual de Londrina (UEL) na tarde da quinta-feira (30). Com essa aprovação, municípios que estão sem contrato com a empresa de saneamento, como Rolândiae Cambé, estarão dentro do contrato ‘coletivo’ com a Sanepar com duração até 2048. Os municípios com contrato terão o documento também estendido até esse ano.


Em contrapartida, a Sanepar terá que fazer o ‘dever de casa’ e garantir que os municípios tenham, no mínimo, 90% de cobertura de esgoto até o ano de 2033. Apenas para lembrar, a cidade de Rolândia tem pouco mais de 50% de esgoto.


“Depois da aprovação, o município de Rolândia irá sentar com a Sanepar para traçar o passo-a-passo do investimento da empresa na cidade”, afirmou Wilson Sócio, procurador de Rolândia. “O novo contrato prevê a contratação direta da Sanepar pela microrregião, que também irá atender a Rolândia”, ressaltou.
Numa primeira proposta apresentada pela Sanepar, a empresa se compromete a investir R$ 300 milhões até o ano de 2033 em Rolândia, segundo o novo contrato que vier a ser assinado. A questão da universalização dos serviços é um ponto central no novo contrato. “Uma parte desse investimento já deve começar a chegar ainda neste ano”, pontuou o procurador.


“Pelos estudos que estão sendo feitos e apresentados para a empresa Sanepar, nós concluímos que temos muitas receitas no município e faltam poucas coisas para ficarem prontas e há muitas ligações que já podem ser feitas de maneiras mais simples. Com isso, acreditamos que até o ao de 2027 chegaremos a uma meta de 75% a 80% de ligações de saneamento básico”, afirmou o procurador Wilson Sócio.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Economia

Incentivo à indústria impulsiona Ibiporã

Prefeitura de Ibiporã impulsiona o desenvolvimento econômico através do incentivo à indústria com políticas inovadoras e visão para o futuro Ibiporã segue se destacando como