Pesquisar
Close this search box.

Arte, grafite e representatividade

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Educação
  6. /
  7. Arte, grafite e representatividade

Colégio Kennedy de Rolândia recebe visita de grafiteiro Kaingang por meio de um projeto que aborda a cultura dos povos originários, negros e africanos

Xozão posa com os alunos do Colégio Kennedy um pouco antes de terminar seu grafite; lugar de fala garantido

O grafiteiro Kaingang, conhecido como Xozão, nascido Severino Mygso Borges, deixou sua marca no Colégio Estadual CM Presidente Kennedy, em Rolândia, por meio de um mural que destaca a cultura indígena. A obra faz parte de um projeto cultural que visa explorar as culturas dos povos originários, negros e africanos, e foi implementado pela professora Clarissa Fagnani Bacco, que ministra a disciplina de matemática.


A professora contou que conheceu o Xozão através de uma equipe Kaingang na Terra Indígena de Apucaraninha no ano passado, que teve uma edição dos Jogos Indígenas. Após o encontro, ela começou a acompanhar o trabalho dele e achou interessante convidá-lo para ir até o Colégio para mostrar sua arte e cultura, e discutir também um pouco sobre empreendedorismo.


“No Ensino Médio, há um componente curricular dedicado à disciplina de empreendedorismo, e a intenção é que Xozão compartilhe sua experiência de viver da arte, trocando ideias com os alunos envolvidos no projeto. Então ele está aqui para falar sobre o trabalho dele como empreendedor, como é viver de arte, para ele trocar essa ideia com os alunos que participam do projeto”, explicou a professora.


A visita do artista também serviu de inspiração para ele, que decidiu criar uma obra de arte no colégio, e a professora aproveitou para destacar que essa arte faz parte de um projeto mais amplo que aborda culturas raciais. “O projeto não se limita apenas à cultura indígena e à cultura negra, mas também incorpora a cultura local. A intenção é implementar esse projeto em toda a escola, mostrando que a diversidade cultural está integralmente envolvida na proposta”, informou.


Esse foi apenas o início do projeto cultural de 2024. A professora também relembrou sobre o ano passado, quando esteve à frente de um projeto de gincana cultural que não apenas abordou a conscientização étnico-racial, mas também exaltou valores fundamentais de solidariedade e preservação cultural. Por meio de uma gincana, os alunos puderam contribuir com a doação de mil caixinhas de gelatinas que foram entregues para o Hospital do Câncer de Londrina.

Sobre Xozão
O talentoso grafiteiro de 25 anos iniciou sua jornada artística desde a infância, desenhando ainda pequeno na escola. Em 2019, aos 20 anos, deu início ao mundo do grafite após se mudar da Reserva Apucaraninha para Londrina, onde descobriu o vasto universo do grafismo. O artista prontamente aceitou o convite da professora do Colégio Kennedy para visitar a instituição e compartilhar sua arte.


O mural criado por ele no Colégio Kennedy retrata uma criança indígena feliz em meio à floresta, capturando a atenção de todos que passam. Para ele, a arte é de extrema importância, sendo o meio pelo qual traz representatividade para seu povo indígena.


O artista está disponível para novos convites e trabalhos artísticos, através do link @xozao_art do Instagram ou, ainda, pelo telefone, que também é WhatsApp, (43) 98858-1245.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Educação

Cambé: quadra de escola com cobertura

Prefeitura entrega obra de cobertura da quadra da Escola Mun. Profa Lourdes Gobi Rodrigues No sábado (13), a Prefeitura de Cambé entregou a obra de