Pesquisar
Close this search box.

Escolas e CMEIs de Rolândia já têm o kit-escolar

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Educação
  6. /
  7. Escolas e CMEIs de...

Alunos e alunas de toda a rede municipal rolandense recebem seu material escolar na segunda-feira, 05 de fevereiro, no início do ano letivo

Leise Camargo, Ailton Maistro e Ana Maria Mungo analisam o material escolar (Foto: Cezar Augusto Felix)

Na segunda (15) e terça-feira (16) da semana passada, as escolas e CMEIs de Rolândia receberam o material escolar que serão usados pelos alunos da rede municipal de ensino no ano letivo de 2024. A entrega do chamado Kit-escolar, composto de material necessário para os alunos estudarem, será feita no dia 05 de fevereiro, quando os alunos e alunas voltam para o ambiente escolar. O investimento da prefeitura nos kits foi de pouco mais de R$ 1 milhão.


“Tenho certeza que qualquer mãe que pegar esse material vai ver que é de excelente qualidade e de como será útil para as crianças”, resumiu a primeira-dama de Rolândia, Ana Maria Mungo Maistro. A primeira-dama acompanhou o prefeito Ailton Maistro, e a secretária de Educação, Leise Camargo, na entrega do material da escola municipal Prof. Sebastião Feltrin.


Também encantada com a qualidade do material escolar, a secretária de Educação falou do esforço da secretaria para que o kit-escolar chegasse o mais rapidamente possível até os estudantes. “Trabalhamos bastante para que esse material chegasse antes do início do ano letivo. E conseguimos”, comemorou Leise Camargo.


O prefeito Ailton Maistro também ressaltou a qualidade do material que os alunos rolandenses irão usar em 2024. “Olhe a qualidade desse material, cadernos de capa dura. Tudo com um padrão diferenciado. Esse é o nosso compromisso: usar o recurso da melhor maneira possível”, pontuou Maistro.


O kit-escolar é variado de acordo com a idade do aluno, mas é composto de caderno, lápis, massa de modelar, caneta… “Os kits de cada série priorizam aquilo que os alunos vão mais usar”, ressaltou Leise. A secretária também revelou que conversou com os diretores das escolas e pediu que não solicitassem uma lista de material, a não ser o que fosse de uso pessoal da criança. “A escola pede, por exemplo, EVA com glitter, que a prefeitura não fornece. Isso não quer dizer que é obrigatório a família comprar”, afirmou Leise Camargo.


Segundo a secretária de Educação, a prefeitura está dando o material necessário que o aluno irá usar durante o ano letivo. “Mesmo que a escola tenha enviado uma lista, os pais não são obrigados a comprar, pois o material básico e necessário está no nosso kit”, resumiu Leise.


De acordo com a Secretaria de Educação, Rolândia tem hoje 7.500 alunos e alunas na rede municipal de ensino, distribuídos em 10 CMEIs e 12 escolas. Desses estabelecimentos escolares, são com período integral as escolas Sebastião Feltrin (Vila Oliveira) e Geralda Chaves (no Terezópolis) e os CMEIs Pedro Serpeloni (distrito de São Martinho) e Rita Teodoro (distrito do Bartira).

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Educação

Horta na Escola em Jaguapitã

Formação com professores e professoras do 3º ano teve como pauta o projeto ‘Horta na Escola’ Os professores dos terceiros anos das Escolas Municipais Newton

Educação

Arte, grafite e representatividade

Colégio Kennedy de Rolândia recebe visita de grafiteiro Kaingang por meio de um projeto que aborda a cultura dos povos originários, negros e africanos O