Pesquisar
Close this search box.

Jaguapitã começa a instalar as caçambas-contêineres

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Meio Ambiente
  6. /
  7. Jaguapitã começa a instalar...

No total serão 60 jogos de caçambas-duplas: uma para lixo reciclável e outra para lixo orgânico

Ednaldo (Endemias), Fernanda, Adriano (agente ambiental) e a estagiária Clara

O município de Jaguapitã, através da Secretaria de Meio Ambiente, iniciou a colocação das caçambas-contêineres duplas pela cidade. “Uma é um eco-ponto para reciclável e a outra é para lixo orgânico”, afirmou Fernanda Giorgetti, secretária municipal de Meio Ambiente de Jaguapitã. A ideia é otimizar a coleta do lixo e incentivar a separação do lixo orgânico do que pode ser reciclado.


De acordo com Fernanda, as caçambas serão colocadas em pontos estratégicos do município. “Onde haja muito fluxo de pessoas como nas entradas de bairros, de sítios, nas praças, escolas”, ressaltou. Ainda segundo a secretária de Meio Ambiente, já foram instaladas as caçambas-contêineres na praça central de Jaguapitã, e nas pracinhas dos conjuntos Francisco, Mutirão 1 e 2 e da creche Rita de Cássia.


Ao todo, serão 60 jogos dessas caçambas duplas com 500 litros cada uma: uma para o lixo orgânico e outra para o lixo reciclável. A licitação dessas lixeiras foi algo em torno de R$ 170 mil.


A ideia é melhorar a consciência da população e diminuir a quantidade de lixo jogado em terrenos baldios e datas vazias. “Além, é claro, de aumentar a consciência das pessoas sobre a necessidade de se separar o lixo reciclável e não misturá-lo ao lixo orgânico. Muita gente depende do lixo reciclável financeiramente falando, além de ajudarmos a Natureza”, ressaltou Fernanda Giorgetti.


A secretária acredita que essa quantidade de lixeiras é suficiente para todo o município. “Nosso plano de recolhimento de lixo, orgânico e reciclável, continua o mesmo, mas vamos fazer uma divulgação dessas lixeiras e de seu uso por meio de carros de som e em outros veículos de comunicação”, afirmou Fernanda Giorgetti.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Meio Ambiente

Londrina fiscaliza terrenos com mato alto

Início da operação ocorre depois que a CMTU deu prazo de 15 dias para que proprietários fizessem a manutenção das áreas Secom CMTU Após conceder