Pesquisar
Close this search box.

Geração de mídias; carga e lacração de urnas eletrônicas

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Política
  6. /
  7. Geração de mídias; carga...

Foruns eleitorais dos municípios de Cambé e Rolândia fizeram o ‘dever de casa’ na semana passada, deixando tudo pronto para a eleição

Vinícius Hrescak, técnico de eleição de Cambé

As mídias que serão usadas nas urnas eletrônicas no primeiro turno das Eleições Gerais 2022 em todo o país começaram a ser geradas. As mídias são os dispositivos utilizados para carga da urna, para votação, para ativação de aplicativos de urna e gravação de resultado.
Cambé e Rolândia


O Fórum Eleitoral de Cambé fez a sua geração de mídia na segunda-feira (19). “Fizemos a geração de mídia nas 229 urnas eletrônicas que temos. São 208 para as seções e 21 de contingência, ou seja, para emergências”, explica Camila Garcia, chefe do Cartório Eleitoral de Cambé. A carga e a lacração das 229 urnas eletrônicas foram feitas na quarta-feira (21).


Já em Rolândia, a geração das mídias começou na quinta-feira (22) no Fórum Eleitoral. “Iniciamos no dia 22 e, na sequência, já fizemos também a carga e o lacres de todas as nossas urnas”, explicou Mário Bannwart, chefe do Cartório Eleitoral. Em Rolândia, são 155 urnas eletrônicas no total. “Utilizamos 140 delas nas seções espalhadas em 19 locais de votação. Temos 15 urnas de reserva”, ressaltou Bannwart.

O que é? – O procedimento consiste na inserção dos dados da mídia de votação em cada urna para a preparação do primeiro turno e também na realização de testes em todos os componentes do equipamento.

Colinha essencial – “É muito importante o eleitor já entrar com a colinha em sua seção porque são cinco cargos para se votar nesta eleição”, alertam os chefes Mário e Camila. O primeiro voto é para Deputado (a) Federal com quatro dígitos, o segundo é para Deputado (a) Estadual com cinco dígitos, o terceiro é para Senador (a) com três dígitos, o quarto é para governador com dois dígitos e o último é para Presidente da República, também com dois dígitos.


“Primeiro você digita o número, espera aparecer a foto do seu candidato e só aí confirma. Tem muita gente que faz isso de forma muito rápida e depois fala que não apareceu foto do candidato, mas acabou fazendo tudo com muita pressa”, orientam Camila e Mário.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM: