Pesquisar
Close this search box.

Programa da Copel barateia conta de luz de hospitais

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Saúde
  6. /
  7. Programa da Copel barateia...

Hospital São Rafael, de Rolândia, e Santa Casa, de Arapongas, estão entre os 37 hospitais públicos e beneficentes que estão nesse programa

O Hospital Regional do Vale do Ivaí, de Jandaia do Sul

O Programa de Eficiência Energética (PEE) da Copel está financiando a instalação de placas fotovoltaicas e trocando iluminação e equipamentos por modelos mais eficientes de 41 hospitais paranaenses. O programa é resultante de uma chamada pública dedicada exclusivamente a hospitais públicos e beneficentes do Estado. Com a melhoria na eficiência energética, a redução média no valor da conta de luz é estimada em até 75%, permitindo que os recursos mensais excedentes sejam investidos em outros serviços voltados para a população.


Os telhados de 37 hospitais aprovados na chamada vão ganhar placas fotovoltaicas para a geração de energia limpa, que irão representar também economia nas contas das instituições de saúde. Os projetos contemplam ainda a troca de iluminação, equipamentos médicos, de climatização de ar e de aquecimento de água. O investimento total é de R$35 milhões. Os recursos são destinados a fundo perdido, e chegarão a 33 municípios. Rolândia e Arapongas estão entre eles.


Em Rolândia, o Hospital São Rafael já tem adotado essas medidas sustentáveis para reduzir seus custos e promover uma maior eficiência energética. Recentemente, a instituição recebeu uma doação de 60 placas solares de um empresário local, o que já resultou em uma média de economia de 12% a 15% em sua conta de energia. “A Copel vai fornecer mais 140 placas solares para o hospital, com isso, vamos atingir um total de 200 placas solares. A estimativa é que possamos ter uma economia entre 25% e 30% em relação ao consumo energético atual com essas novas placas”, explicou Edson Fernandes Martins, diretor financeiro e contábil do hospital.


De acordo com o diretor do HSR, essa economia é significativa para a instituição, uma vez que a fatura mensal de energia elétrica gira em torno de R$30 mil. A expectativa é reduzir essa conta em pelo menos 40% a 50%, o que representa um desconto mensal estimado entre R$13 mil a R$15 mil. “Atualmente o hospital também paga uma parcela fixa mensal de mais de R$33.000 de uma dívida com a Copel, decorrente de contas não pagas desde 2014”, comentou Edson Martins.


Ainda dentro do programa da Copel, o diretor também prevê a substituição de 55 lâmpadas e um aparelho de ar-condicionado. Com a implementação dessas medidas, estima-se uma economia de energia de 104.28MWh/ano, contribuindo significativamente para a redução dos gastos e a preservação do meio ambiente. O investimento, a fundo perdido, da Copel no São Rafael é de R$ 503 mil.


Já a Santa Casa de Arapongas planeja substituir 223 lâmpadas e 35 aparelhos de ar-condicionado, além de instalar 200 painéis solares. O investimento da Copel previsto para essa iniciativa é de R$ 796.656,84m e a expectativa é que essa medida resulte em uma economia de energia de 276.83MWh/ano para o estabelecimento de Saúde araponguenses


Esses investimentos em energia solar são parte de uma estratégia para promover a eficiência energética e reduzir a dependência das instituições de saúde em relação às fontes tradicionais de energia. Além dos benefícios financeiros, essa adoção de energias renováveis contribui para a redução das emissões de gases de efeito estufa e o combate às mudanças climáticas.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Saúde

São Martinho tem nova UBS

Inauguração da Unidade Básica de Saúde do distrito de porte 1 aconteceu na sexta-feira; obra ficou em quase R$ 1,5 milhão A nova Unidade Básica