Pesquisar
Close this search box.

Projeto Glaucoma volta a Rolândia no dia 15 de junho

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Saúde
  6. /
  7. Projeto Glaucoma volta a...

Realizado pelo Hoftalon, projeto busca atender a 500 pessoas com mais de 40 anos; senhas serão distribuídas no dia do atendimento

O Projeto Glaucoma esteve em Rolândia pela primeira vez em maio do ano passado

O Centro de Estudo e Pesquisa da Visão Hoftalon, de Londrina, em parceria com a Secretária Municipal de Saúde, promove a segunda edição de seu Projeto Glaucoma em Rolândia no dia 15 de junho. A intenção é atender a cerca de 500 pessoas da comunidade rolandense com mais 40 anos. O atendimento será realizado no Centro de Especialidades do Município.


A distribuição de senhas para o atendimento de adultos com 40 anos ou mais começa às 7 horas da manhã do dia 15 de junho, um sábado, e seguirá conforme a capacidade de atendimento da equipe. De acordo com a organização, a previsão é atender a cerca de 500 pessoas entre as 9 horas e o meio-dia.


A iniciativa do Hoftalon visa informar e realizar exames gratuitos para diagnóstico do glaucoma, uma das doenças oculares que mais preocupam a humanidade, podendo provocar casos irreversíveis de cegueira. Geralmente, as campanhas sobre o glaucoma são realizadas no mês de maio em todo o país, motivadas pelo Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, dia 26 de maio.


No ano passado, por exemplo, o Projeto Glaucoma este em Rolândia no dia 27 de maio, um sábado, durante o evento ‘Momento Saúde’, que contou também com vacinação contra a gripe e testes rápidos. Aquela foi a primeira vez que o Hoftalon realizou o projeto fora de Londrina. Naquela oportunidade foram atendidas 513 pessoas e realizados 140 encaminhamentos.

Início
O Projeto Glaucoma começou em 2005 por iniciativa do Dr. Nobuaqui Hasegawa, fundador do Hoftalon, e já atendeu mais de cinco mil e quinhentas pessoas. O Glaucoma é uma doença ocular causada, principalmente, pela elevação da pressão intraocular, o que provoca lesões no nervo ótico e, como consequência, comprometimento visual. Se não for tratado adequadamente, pode levar à cegueira.


Pessoas com idade acima de 40, com histórico na família, pressão intraocular alterada e da raça negra têm maior probabilidade de apresentar a doença. “Quanto mais rápido for o diagnóstico, maiores serão as chances de se evitar a perda da visão. Por isso o exame precoce é fundamental. Nossa equipe irá realizar o diagnóstico, orientar a população e encaminhar os casos para as Unidades Básicas de Saúde”, afirmou Hasegawa.

SERVIÇO:

Projeto Glaucoma
15 de junho em Rolândia
Centro de Especialidades do Município (rua Duque de Caxias 331)
Distribuição de senhas a partir das 7 horas;
Atendimento entre 9 e 12 horas
Diagnóstico gratuito
Realização: Hoftalon e Secretaria Municipal de Saúde

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Saúde

São Martinho tem nova UBS

Inauguração da Unidade Básica de Saúde do distrito de porte 1 aconteceu na sexta-feira; obra ficou em quase R$ 1,5 milhão A nova Unidade Básica