Pesquisar
Close this search box.

16 dias de ativismo pelo fim da violência contra mulheres

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Segurança
  6. /
  7. 16 dias de ativismo...

Arapongas inicia a campanha ‘16 dias de Ativismo…’ e abre atividades para fortalecimento do fim da violência contra as mulheres

Buscando debater e fortalecer ações e parcerias integradas voltadas à segurança das mulheres, a Prefeitura de Arapongas, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito (Sestran), abriu as atividades da campanha “16 Dias de Ativismo pelo fim da violência contra mulheres”, na terça (21), no Cine Teatro Mauá. A solenidade contou com a presença do secretário da pasta, Paulo Argati, do secretário de Governo, Rafael Cita, a secretária de Assistência Social (Semas), Terezinha Canassa, e outros secretários municipais e vereadores. A campanha busca dar visibilidade às mulheres e meninas que enfrentam situações de violência, além de ampliar medidas de prevenção, combate e repressão aos crimes contra o público feminino, gerando maior conscientização na sociedade.


Abrindo os trabalhos, Paulo Argati ressaltou sobre a rede de proteção e apoio que o município dispõe às mulheres vítimas de violência. “Arapongas tem contribuído e trabalhado no combate e repressão a esses crimes, através das nossas equipes linha de frente, tanto da Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal – Patrulha Maria da Penha, além das secretarias coligada”, falou. Argati ainda frisou que, além do empenho na prevenção, o município tem atuado de maneira eficaz na identificação dos autores de violência e autuações em flagrante. O secretário Rafael Cita reforçou a importância da conscientização e abordagem das pautas de combate à violência contra mulheres em todas as classes e faixas etárias. “É de suma necessidade um evento como este, sobretudo para discutirmos ações eficazes. Infelizmente, em relação à criminalidade, os registros de casos relacionados à Maria da Penha são recorrentes. E, para resolvermos isso, não basta apenas a repressão, temos que pensar na prevenção. E para além de uma rede especializada de atendimento, temos que chegar tanto nos jovens como em outros grupos, garantindo uma redefinição de padrões”, pontuou.


Também mencionando sobre união e representatividade, a secretária da Semas, Terezinha Canassa, citou o trabalho conjunto feito em Arapongas. “Temos equipes especializadas e mulheres que cuidam e atuam de forma permanente em favor das mulheres. A Assistência Social faz um papel relevante neste sentido, mas nada daria tão certo sem as ações estratégicas com outras secretarias, forças de Segurança e Poder Judiciário”, mencionou.

Seminário
Na oportunidade, foi realizado também um seminário sobre o enfrentamento da violência doméstica contra a mulher. O encontro reuniu mulheres representantes da Segurança Pública e Poder Judiciário, entre elas a diretora de Segurança Pública e advogada, Dra. Aline Graziele de Oliveira, capitã Kelly Matias – 7ª CIPM, Dra. Camila Costa – delegada chefe da Delegacia da Mulher de Arapongas, Dra. Renata Maria Fernandes Sassi Fantin – juíza da 2ª Vara Criminal de Arapongas e GM e coordenadora da Patrulha Maria da Penha, Michele Zanin Campassi. “O objetivo é único e a causa é ampla. Queremos solidificar, dar voz, prevenir e combater todo o ciclo de violência contra mulheres, unindo toda a sociedade nesta causa urgente”, falou a GM Michele Zanin. O cronograma completo das atividades da Campanha “16 Dias de Ativismo pelo fim da violência…” será divulgado nos próximos dias.


O ato contou também com a presença do vice-prefeita de Sabáudia, Cristiane Viana, Guardas Municipais de Guaíra, estudantes do Colégio Marquês de Caravelas, Colégio Estadual Unidade Polo, comandante da 7ª CIPM, major Wolski, superintendente da GMA, Luis Micheletti, diretor de Trânsito, major Gussi, representantes da OAB – Subseção Arapongas, representantes de entidades, clubes de serviço e sociedade civil.

Canais de Denúncia
Arapongas conta com canais específicos para as denúncias em casos de violência doméstica. São eles:

  • Delegacia da Mulher de Arapongas: 3278-2209 – Esse número serve para o envio de WhatsApp.
  • Polícia Militar: Disque 190 – Nos casos em que não houver medida protetiva.
  • Guarda Municipal: Disque 153 ou 0800-645-9060 – Nos casos em que houver medida protetiva.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Segurança

Maio Amarelo no Colégio Roland

Dentro da campanha, ações são realizadas em escolas e colégios Uma ação dentro da campanha ‘Maio Amarelo’ levou um carro batido até a frente do