Pesquisar
Close this search box.

Colégio Kolody: Polícia prende mais um suspeito de envolvimento no atentado

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Segurança
  6. /
  7. Colégio Kolody: Polícia prende...

Essa já é a quinta prisão realizada pela Polícia no caso do ataque ao colégio de Cambé (PR), que terminou com a morte de dois adolescentes

AME7570. CAMBÉ (BRASIL), 19/06/2023.- Policías y militares vigilan hoy los alrededores de la escuela pública donde se presentó un ataque con arma, en Cambé, estado de Paraná (Brasil). Una estudiante murió y otro resultó herido este lunes en un ataque armado a una escuela pública en Cambé, en el estado de Paraná, en el sur de Brasil. El Gobierno de Paraná informó que el atacante, quien fue detenido, es un antiguo alumno del Colegio Estatal Profesora Helena Kolody que entró a las instalaciones de este centro público con el pretexto de pedir su expediente escolar. EFE/ Filipe Barbosa

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná divulgou a informação da prisão de mais um suspeito de envolvimento ao ataque ao estadual Professora Helena Kolody, de Cambé (PR). Segundo a Secretaria, a Polícia Civil prendeu um homem de 39 anos, morador de Rolândia (PR), na segunda-feira (26), uma semana depois do atentado ao colégio cambeense. Até agora, foram presas quatro pessoas, além do atirador, que foi encontrado morto um dia depois do ataque na Casa de Custódia de Londrina.

Anteriormente, na sexta-feira (23), um homem de 35 anos havia sido preso em Rolândia, suspeito de envolvimento no atentado ao colégio Helena Kolody. Era o terceiro morador de Rolândia suspeito do envolvimento no crime de Cambé. Antes dele, na quarta-feira (21), a Polícia Civil havia prendido um terceiro homem suspeito do ataque contra a escola estadual de Cambé. A prisão foi no município de Gravatá, em Pernambuco, segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado Paraná. O jovem tem 18 anos e a SSP-PR não deu mais detalhes sobre qual seira a participação dele no crime. Através de uma nota à imprensa, a Secretaria de afirmou que o cumprimento do mandado contou com auxílio de policiais pernambucanos e que as investigações da PCPR [Polícia Civil do Paraná] sobre esse caso seguem em andamento.

Na segunda-feira (19), dia do atentado, um outro jovem de 21 anos foi preso e um adolescente de 13 anos foi apreendido, ambos em Rolândia. O adolescente foi ouvido e liberado e o jovem de 21 anos continua preso. Como se vê, além do atirador, que morava em Rolândia, outros três suspeitos também são rolandenses e há um outro, pernambucano. Todos presos.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná também afirmou, em sua nota, que as investigações continuam em andamento. Também ressaltou que, assim que o inquérito for concluído, será encaminhado ao Poder Judiciário, e a Polícia Civil do Paraná vai apresentar a dinâmica dos fatos e os motivos das prisões.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Segurança

Maio Amarelo no Colégio Roland

Dentro da campanha, ações são realizadas em escolas e colégios Uma ação dentro da campanha ‘Maio Amarelo’ levou um carro batido até a frente do