Pesquisar
Close this search box.

Dois morrem afogados no Igapó II, em Londrina

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Segurança
  6. /
  7. Dois morrem afogados no...

Dois de três homens que pularam no lago na madrugada da segunda-feira (1º), durante o réveillon; local é o mais visitado de Londrina durante o Natal

Homem morre afogado e outro desaparece no Lago Igapó durante festa da virada, em Londrina — Foto: RPC

Dois homens, um de 26 e outro de 31 anos, morreram afogados no lago Igapó II, em Londrina, na altura da avenida Higienópolis, durante a comemorações do réveillon na madrugada da segunda-feira (1º). Um dos corpos só foi encontrado por volta das 9 horas da manhã desta terça-feira (02).

Segundo as informações levantadas pela imprensa com testemunhas, durante a virada de ano, dois homens teriam pulado no lago, na área que fica às margens da Avenida Higienópolis e é o local mais visitado da cidade por causa da decoração natalina. Ao perceber que um dos homens se afogava, as pessoas chamaram o Corpo de Bombeiros, mas foram os populares que resgataram a dupla. Ao chegar no local, os bombeiros encontraram o jovem de 26 anos, identificado como Tiago da Silva, morador de Londrina, já sem vida. O outro rapaz foi encaminhado ao hospital consciente.

Um terceiro rapaz também pulou no mesmo local do lago e só foi encontrado apenas na manhã desta terça-feira, dia 02, por volta das 09 horas. A segunda vítima foi identificada como Guilherme Braga Pereira, de 31 anos. De acordo com o aspirante Arthur Borges, do Corpo de Bombeiros, um drone que ajudava nas buscas encontrou o corpo próximo a alguns enfeites que fazem parte da decoração de Natal do lago.  Durante o resgate começou, os bombeiros pediram o desligamento da energia elétrica da decoração do lago. Informações preliminares, confirmadas pelos bombeiros, revelam que Guilherme usava uma tornozeleira eletrônica e teria entrado na água para nadar junto com os dois primeiros homens, que seriam seus amigos.

Há a suspeita de que o homem encontrado é o que cumpria pena de regime semiaberto em Maringá e utilizava tornozeleira eletrônica. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o sistema penitenciário informou que o equipamento emitiu sinal pela última vez à 1h da madrugada, no lago. A Delegacia de Homicídios de Londrina afirmou que é possível que eles fizeram uma aposta para nadar no local até a Árvore central do lago. Segundo informações da RICtv, o delegado João Reis disse que a principal hipótese do ocorrido é de que os homens estariam alcoolizados e apostaram quem chegaria primeiro até a passarela flutuante que foi instalada na área central do lago, onde está a árvore de Natal. Entretanto, ao entrarem na água, não conseguiram retornar.

O uso do Lago Igapó para banho não é permitido.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Segurança

Maio Amarelo no Colégio Roland

Dentro da campanha, ações são realizadas em escolas e colégios Uma ação dentro da campanha ‘Maio Amarelo’ levou um carro batido até a frente do