Pesquisar
Close this search box.

Seguranças estão de volta às escolas de Rolândia

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Segurança
  6. /
  7. Seguranças estão de volta...

Secretária de Educação informou que foi feita uma contratação emergencial como um modo de solução temporária para preencher a lacuna na segurança escolar no município

A busca por uma solução eficaz para a segurança nas Escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) de Rolândia enfrenta um novo capítulo. A empresa vencedora da licitação foi desclassificada devido à falta de documentos essenciais, solicitados pela Procuradoria do Município. Dessa maneira, uma nova licitação deve ser iniciada e deve levar mais de 30 dias.


Essa nova situação levou a secretária de Educação, Leise Camargo, a buscar alternativas para garantir a proteção dos alunos, inclusive por meio da colaboração com outras pastas da administração municipal.

“Devido à necessidade conversei com os demais secretários sobre o assunto porque a Educação dentro do pregão atual já usou todo o seu saldo. Por isso, pedi a apoio aos colegas secretários das outras pastas e solicitei usar o saldo deles nessa questão dos seguranças até que a nova licitação aconteça”, explicou.


Diante do impasse, a secretária informou que foi feita uma contratação emergencial como um modo de solução temporária para preencher a lacuna na segurança escolar no município. Deste modo, foi feita a utilização de uma licitação anterior da empresa de segurança ‘Prada’, a mesma que estava nos estabelecimentos escolares antes das férias de julho. Como o saldo da Educação com a Prada terminou, serão usados saldos de outras secretárias com essa empresa.


“A contratação é do pregão atual, então o serviço ainda será feito pela Prada porque é ela que presta serviço ao município. Essa contratação não foi feita antes porque a Secretaria de Educação não tinha mais saldo. Por isso, solicitei aos demais secretários a ajuda para poder usar o saldo deles”, revelou Leise.


Ainda segundo Leise, a possibilidade de um novo processo licitatório para escolher a empresa que fornecerá serviços de segurança de forma contínua ainda pode levar algum tempo, podendo se estender por até 60 dias. Os recursos mensais que serão investidos com a empresa Prada são de cerca de R$ 95 mil.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Segurança

Maio Amarelo no Colégio Roland

Dentro da campanha, ações são realizadas em escolas e colégios Uma ação dentro da campanha ‘Maio Amarelo’ levou um carro batido até a frente do