Pesquisar
Close this search box.

Violência contra crianças e adolescente é pauta de evento em Rolândia

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Segurança
  6. /
  7. Violência contra crianças e...

O Conselho Tutelar e a Assistência Social realizaram evento com palestrantes convidadas e que trouxe visitantes de outras cidades

Muita gente foi ao Nanuk para o evento sobre a violência contra a criança e o adolescente

Na quinta-feira (20), o Conselho Tutelar de Rolândia e a Secretaria de Assistência Social realizaram um evento com foco na proteção e na segurança das crianças e adolescentes do município. Com o tema “Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência”, a programação contou com palestras e debates que abordaram questões importantes relacionadas à proteção dos jovens e aos riscos da exposição à internet. Visitantes e conselheiros tutelares de outras cidades também participaram do evento.


O evento foi realizado no Centro Cultual Nanuk e teve início às 13h30 com a composição da mesa de autoridades e uma apresentação cultural do Coral SOAME Rolândia. Logo em seguida, a Dra. Nayara Rangel Vasconcellos Dell Agnelo, Juíza da Vara da Infância e Juventude de Rolândia, ministrou a palestra sobre “Escuta Especializada e a Rede de Proteção”. Durante a palestra, foi abordada a importância da escuta especializada para crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência, conforme estabelecido pela Lei nº 13.431, de 4 de abril de 2017.


De acordo com o conselheiro tutelar Rogério Santana, o objetivo da escuta especializada é proporcionar um ambiente seguro para que a criança ou adolescente possa relatar o ocorrido apenas uma vez, evitando a revitimização por ter que repetir o relato diversas vezes em diferentes órgãos de proteção.


“Ou seja, essa lei veio para substituir essa falha que havia no sistema da rede proteção. Com isso, a criança é ouvida uma única vez por essa pessoa, que é uma técnica é especializada que vai emitir um relatório, e esse relatório vai circular em todos os serviços da rede de proteção”, explicou Rogério.


Em seguida no mesmo evento, Maira Minelli, psicanalista convidada, ministrou a palestra “Os perigos por trás da exposição de crianças e adolescentes à internet”. O tema ganhou destaque devido às recentes ocorrências de casos em que jovens foram vítimas de crimes cibernéticos. “Maira abordou a importância do monitoramento e orientação dos pais em relação ao uso da internet pelos filhos, destacando que muitas vezes a ausência dos pais na supervisão digital pode expor os jovens a riscos e perigos nas redes sociais”, informou o conselheiro.


Após as palestras, foi aberto espaço para debates e troca de experiências entre os participantes do evento. De acordo com Rogério Santana, a iniciativa teve como objetivo promover a conscientização e a capacitação dos participantes para atuarem na proteção dos jovens, fortalecendo a rede de proteção e segurança do município.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Segurança

Maio Amarelo no Colégio Roland

Dentro da campanha, ações são realizadas em escolas e colégios Uma ação dentro da campanha ‘Maio Amarelo’ levou um carro batido até a frente do