Pesquisar
Close this search box.

Jaguapitã reforma sua Casa de Apoio em Londrina

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Social
  6. /
  7. Jaguapitã reforma sua Casa...

Local oferece conforto aos pacientes que esperam por consultas; pessoas também podem descansar enquanto aguardam para voltar embora

Na semana passada, o prefeito Gerson Marcato (de óculos escuros) visitou a Casa de Apoio de Jaguapitã em Londrina depois de terminada a reforma

Desde a semana passada, os jaguapitãenses que precisam ir a Londrina para consultas, exames ou tratamento já tem um lugar aconchegante e gostoso para repousar. A prefeitura de Jaguapitã realizou uma reforma completa na Casa de Apoio de Jaguapitã em Londrina. Agora, o local oferecer mais conforto e tranquilidade aos pacientes que precisam aguardar naquela cidade. A Casa de Apoio de Jaguapitã em Londrina fica na rua Florestópolis 99.


“A Casa de Apoio serve para as pessoas aguardarem suas consultas, também é referência para o descanso enquanto esperam pelo transporte para voltar para Jaguapitã”, explicou Gisele Aparecida de Moraes, secretária de Saúde de Jaguapitã. “Todos os pacientes que tem consultas especializadas em Londrina e que vão com o transporte eletivo ficam lá”, ressaltou.


Sobre a reforma, Gisele revela que foram gastos R$ 19.675,00 entre pintura, reparos e materiais de construção. “Foram colocadas várias cadeiras de área na casa, novos lençóis, cortinas, móveis, instalação de toldos, entre outras melhorias”, reforçou a secretária de Saúde. Na semana passada, o local foi visitado pelo prefeito Gerson Marcato e houve uma confraternização para os que estavam presentes na Casa.


“Temos uma servidora, a Sueli, que está na Casa todos os dias para receber o pessoal, cuidar da limpeza e preparar o café”, revelou Gisele. “Na verdade, ela se cha,a Aparecida de Jesus Vapink, mas todos a conhecem por Sueli. Ela cuida muito bem das pessoas que utilizam a casa”, pontuou a secretária. Sobre a quantidade de pessoas que passa pela Casa, de segunda a sexta, foi a própria Sueli que respondeu ao JR.

“Acredito que umas 40 pessoas por dia. Tem dias que passam 45, depois vão umas 35”, ressaltou Sueli.
A secretária também fez questão de agradecer ao prefeito Gerson e ao vice-prefeito, Jean Carlos, por olharem com tanto carinho para a Casa de Apoio e para o conforto dos pacientes de Jaguapitã que precisam ir para Londrina.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Social

A Páscoa Solidária da BDois

Empresa rolandense montou centenas de Kits e entregou em várias entidades de Rolândia ‘Sua contribuição fazendo a diferença’. Com esse lema, a empresa BDois, de