Pesquisar
Close this search box.

Ong Refúgio, de Cambé, recebe recurso do FIA

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Social
  6. /
  7. Ong Refúgio, de Cambé,...

Projeto de Ong que atende a crianças e adolescentes recebe quase R$ 200 mil do Fundo para a Infância e Adolescência

O prefeito Conrado Scheller assina o Termo

Secom – PMC
Na tarde desta quarta-feira (31/08), a Associação Refúgio de Cambé assinou um Termo de Fomento para receber quase R$200 mil de recursos do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA/PR). Os recursos serão utilizados para manter o espaço funcionando e custear despesas com funcionários.


A Associação Refúgio atua há 17 anos e atende mais de 250 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social na região do Jardim Ana Rosa. Os recursos vêm do Fundo para a Infância e Adolescência (FIA) e o evento foi na sede da organização, que fica na Av. Antônio Raminelli, 398.


Márcio de Carvalho, fundador e presidente do projeto, conta que nos primeiros anos a Associação Refúgio atendia pessoas em situação de rua. Com o passar do tempo, eles perceberam que algumas pessoas que estavam nas ruas eram vítimas de algum tipo de trauma, abuso ou violência na infância, então decidiram mudar o tipo de abordagem. “Nós passamos a atender as crianças e os adolescentes, a oferecer cultura, esporte, lazer, já que vivenciando essas coisas boas, eles não teriam interesse em buscar coisas ruins”, explica.


Para investir ainda mais no projeto que funciona desde 2005, a Associação Refúgio recebeu R$199.700,00, montante que será utilizado para manter o espaço funcionando e a pagar o salário dos 17 funcionários. “Nós estamos muito felizes com a ajuda, já que isso vai nos dar segurança por um tempo”, ressalta.


De lá para cá, a Associação Refúgio já atendeu mais de 10 mil crianças e adolescentes, oferecendo oficinas de capoeira, natação, ballet, jiu-jitsu, música, street dance e futebol. O local também conta com sala de videogames, parquinho e área de lazer, com piscina, mesa de pingue-pongue e outras atividades. “As crianças vêm no contraturno da escola e participam de diversas atividades, além dessa interação entre elas, que é muito importante para o desenvolvimento e sociabilidade”, explica.


O espaço atende crianças e adolescentes de 6 a 15 anos que são encaminhadas pelos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) da cidade ou que vêm por livre demanda. “A nossa fila de espera hoje é de 300 crianças, o que é muito bom, já que são crianças que querem participar de atividades que podem mudar o futuro delas. Nesse espaço, nós já vimos a filha do pedreiro se tornar arquiteta e o filho do zelador se formar em engenharia elétrica. Isso é muito gratificante para todos nós”, comemora.


Rogério Carboni, secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, também esteve presente na cerimônia. Segundo ele, esse tipo de trabalho é fundamental para o futuro das crianças. “Eu parabenizo muito o comprometimento e o empenho da Associação Refúgio no cuidado e atenção com as crianças e espero que com esse valor vocês possam continuar com esse lindo trabalho”, celebra.


O prefeito de Cambé, Conrado Scheller, destaca a beleza do local e do trabalho que é desenvolvido. “Qualquer pessoa que vem aqui fica encantado com tudo que é ofertado para essas crianças e adolescentes. As pessoas precisam conhecer mais esse espaço para que também possam contribuir com o futuro dos nossos pequenos”, ressaltou Scheller.


Quem quiser apoiar ou fazer alguma doação para a Associação Refúgio, o telefone para contato é o (43) 99117-5744 e o email é [email protected]. Outra forma de ajudar o espaço é comprando em lojas que têm o selo do projeto, já que uma parte da renda é revertida para a Associação Refúgio. Para outras informações, o site do projeto é o www.refugio.org.br.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Social

Arte e solidariedade ao RS em Arapongas

Festival Solidário arrecada doações para o Rio Grande do Sul e incentiva arte em grafite A Prefeitura de Arapongas, através da Secretaria Municipal da Cultura,