Pesquisar
Close this search box.

Agradáveis em Cristo

Por Humberto Xavier Rodrigues

E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo. Mateus 3:17

A expressão “Este é o meu filho amado, em quem me comprazo” está registrada no livro de Mateus, em três momentos. O primeiro aparece no texto logo após o batismo de Jesus, os céus se abrem para Aquele que é digno de adoração – Jesus, objeto de toda a afeição de Deus na terra. O Espírito Santo desce sobre Ele de forma visível. E Ele, Homem na terra, toma o Seu lugar com os pecadores.


Jesus é em Si mesmo, o objeto sobre o qual os céus se abrem. O Céu olha para Jesus como perfeito alvo do Seu amor. O Pai se deleita no Filho, o Homem obediente na terra – o verdadeiro Pastor.


O segundo registro aparece na confirmação do Seu propósito aqui na terra: Eis aqui o meu servo, que escolhi, o meu amado, em quem a minha alma se compraz: Mateus 12:17-18. Esta citação de Isaías 42:1-4, evidentemente, foi introduzida no livro de Mateus pelo Espírito Santo, para que a posição do Senhor ficasse claramente configurada, antes de se abrirem as novas cenas que testemunham a Sua rejeição.


Observa-se nessa passagem que não lhe é dado o título de Filho, mas de Servo, revelando assim, a Sua missão pela qual Ele veio a este mundo – Servir. Deus-Homem entre os homens, em perfeita harmonia com o Seu caráter. Harmonia em que, a Graça e a Verdade iriam atuar no mundo condenado por causa do pecado.


Porquanto, agora, pela Graça de Deus Pai, é o Filho, como Servo, que vem trazer descanso ao cansado e libertação aos cativos. O Seu total esvaziamento em forma de homem, na condição de um servo, a morte ignominiosa como um malfeitor e a Sua ressurreição: estas são as etapas do caminho que O levou à glória.


O terceiro e último momento em que aquela expressão aparece foi no monte da transfiguração: e eis, vindo da nuvem, uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; a ele ouvi. Mateus 17:5.

Novamente, o Pai proclama que Seu Filho é o objeto de toda a Sua afeição; que encontra Nele todo o Seu prazer. E, a ênfase aqui está em “a Ele ouvi”. É a Ele que os discípulos devem ouvir. Que assim seja!!!

Humberto Xavier Rodrigues é formado em Teologia.

Picture of Humberto Xavier

Humberto Xavier

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Salvos Graciosamente

Por Humberto Xavier Rodrigues Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte, se

Cultura

Filmes de Desastres

Por Samuel M. Bertoco Twisters – continuação do clássico Twister de 90 e blau – está batendo – ventando? – aí na nossa porta; mal

Religião

Livres da Dívida

Por Humberto Xavier Rodrigues A redenção do homem envolveu o cancelamento total da dívida. Tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e