Pesquisar
Close this search box.

Do ego para Cristo

Por Humberto Xavier Rodrigues

Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. Romanos 8:28-29.


As situações desagradáveis que acontecem em nossas vidas, não são castigos de Deus como muitos pensam; são instrumentos para revelar nossas fraquezas, e por elas, reconheçamos que a nossa força repousa no poder de Cristo.


Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte (2 Corintios 9-10).


Encontramos duas orações do Apóstolo Paulo pelos crentes em Éfeso: Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos conceda espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele (Efésios 1:17). E conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus (Efésios 3:19).


A primeira oração tem como finalidade a ampliação da visão, especificamente, “olhos abertos” para vermos a riqueza que há em Cristo. A segunda fala da plenitude. Vemos que na primeira oração, o Apóstolo não menciona apenas conhecimento, mas pleno conhecimento.


Por isso, devemos pedir a Deus espírito de sabedoria e de revelação para conhecermos a Jesus em sua plenitude. Precisamos pedir a Deus espírito de sabedoria e de revelação para vermos a total suficiência de Cristo em todos os aspectos de nossas vidas. Cristo é totalmente suficiente para salvar e totalmente suficiente para nos conduzir em triunfo.


A salvação fala da saída de um lugar para outro. Exemplo: Abraão saiu de Ur dos Caldeus para a terra de Canaã. Ur dos Caldeus nos fala da nossa natureza pecaminosa. Canaã nos fala da plenitude de Cristo. Então, para nos salvar, Deus tira o nosso ego e no seu lugar Cristo vem habitar. A Cruz é o fundamento dessa salvação: E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me (Lucas 9:23). Amém!!!

Humberto Xavier Rodrigues é formado em Teologia.

Picture of Humberto Xavier

Humberto Xavier

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Só Jesus pode nos ajudar

Por Humberto Xavier Rodrigues Como está escrito: Não há justo, nem um sequer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus; todos se

literatura

CAÇANDO TEMPO

Sobrelinhas – por Carla Kühlewein Se tem algo que definitivamente nos atropela é o tempo. Impiedoso, ele parece transformar dias, horas minutos em meros segundos.

literatura

Coisas do coração

Sobrelinhas – por Carla Kühlewein “O coração fica sempre no mesmo lugar?”. Essa é a pergunta que a curiosa Valentina faz para sua mãe, bem