Pesquisar
Close this search box.

Exemplos de Santidade

Por Monsenhor José Ágius

Na semana passada, a nossa liturgia comemorou dois exemplos de santidade, distintos um do outro, mas ambos viveram profundamente de acordo com a Palavra e os ensinamentos de Jesus, seguindo uma ou outra das Bem-Aventuranças proclamadas pelo Mestre:

  1. O diácono e mártir São Lourençoo nasceu em Valência, na Espanha, no ano de 225. Exercia seu ofício na Igreja Romana e cuidava do atendimento aos pobres. Diz a Tradição que, procurado pelo Imperador Valeriano para que lhe entregasse os tesouros da Igreja, o santo apresentou-lhe os pobres que ajudava, dizendo-lhe: “estes são os tesouros da Igreja”. Irado, o Imperador mandou que Lourenço fosse queimado vivo, aos 10 de agosto de 258, em Roma, quatro dias depois do martírio do Papa Sixto II, a quem ele servia.
    No Santo Evangelho que nos é apresentado pela liturgia para a festa de São Lourenço, Jesus nos fala: “Quem ama sua vida, ira perdê-la, mas quem odeia sua vida neste mundo, irá conservá-la para a vida eterna” (João 12,25). Se decidirmos viver só para nós, fechando-nos em nosso egoísmo, perderemos nossa vida espiritual. Mas se, ao contrário, vivermos servindo aqueles e aquelas que sabemos que estão necessitados de ajuda, salvaremos nossa vida espiritual. Nosso martírio dar-se-á pelo seguimento de Jesus: “Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me” (Mateus 16.24)
  2. E no dia 11 de agosto, comemora-se Santa Clara de Assis, nascida na Itália em 1193 e falecida em 1253. Atraída pelo ideal de pobreza de São Francisco de Assis, abandonou tudo para imitá-lo. Fundou a Ordem das Damas Pobres, que, mais tarde, passou a chamar-se Ordem de Santa Clara ou Clarissas. Um ano antes de ela morrer, já muito doente, Deus lhe concedeu a graça de poder visualizar a celebração da Santa Missa, de seu leito. Por causa deste milagroso fato é considerada padroeira da televisão. Foi canonizada no ano de 1255 pelo Papa Alexandre IV.

Monsenhor José Ágius

Monsenhor José Agius Monsenhor

Monsenhor José Agius Monsenhor

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Erraram o alvo

Por Humberto Xavier Rodrigues Ó insensatos gálatas! quem vos fascinou para não obedecerdes à verdade, a vós, perante os olhos de quem Jesus Cristo foi