Pesquisar
Close this search box.

Heróis mal adaptados

Por Samuel M. Bertoco

Hoje vamos de nerdices. Não é fácil adaptar alguns heróis e histórias em quadrinhos pro live-action, tanto Marvel, como Fox ou DC acertam umas e erram feio em outros, como a gente gosta da desgraça, vamos lembrar primeiro aqueles que ficaram mais ridículos. Ah, e nem sempre o filme é necessariamente ruim – embora seja comum vir tudo ruim.

Mulher Gato (2004): Aqui não salva nada, é um dos piores filmes já feitos – vejam que eu não incluí o nicho “heróis” aqui. Mas destaque de ruindade pra adaptação de Halle Barry como a anti-heroína; não sabe lutar, não soube – porque saber, sabe – atuar; aliás nem queria estar lá – ela mesmo já disse que só fez pela grana – terrível em todos os aspectos, virou só uma muié aleatória com roupa de sadomaso.


-X-Men: Tava tentando escolher um personagem mal adaptado aqui, mas foram tantos – na verdade quase todos – que resolvi falar do geral mesmo. Mesmo nos filminhos bons – que foram poucos também – como o de estreia, as caracterizações sempre foram duvidosas. Ciclope de líder fortão virou um bundão magrelo; Vampira virou outro personagem – literalmente – e o Apocalipse…um mutante cabuloso que tem mais de 2000 anos virou um véinho de voz fina. Salvou o Wolverine e Magneto – as duas versões. Acerta agora, Marvel, por favor.


-Ultron (Vingadores 2): Convenhamos que a Marvel erra menos nessas adaptações porque tenta mudar o mínimo possível, pelo menos no conceito, e seus vilões são especialmente bem montados. Menos… o Ultron, no que é o pior filme dos Vingadores – juntos. Ultron era pra ser uma consciência coletiva de máquinas que cria versões de si mesmo para ir se aperfeiçoando – clássico, mas legal – mas virou um robozin que se conectou na internet e ficou chocado com o que viu no Twitter.


-Batman do DCU (com o Ben Affleck): É um Batman gordo, preguiçoso, que usa uma metralhadora e mata pessoas. É TUDO que o Batman do gibi não é.


-Menções Desonrosas: Lanterna Verde (2011), Demolidor (2003), Superman Retuns (2006), Duas Caras (Batman Eternamente).

Samuel M. Bertoco é formado em Marketing e Publicidade

Picture of Samuel Bertoco

Samuel Bertoco

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Salvos Graciosamente

Por Humberto Xavier Rodrigues Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte, se

Cultura

Filmes de Desastres

Por Samuel M. Bertoco Twisters – continuação do clássico Twister de 90 e blau – está batendo – ventando? – aí na nossa porta; mal

Religião

Livres da Dívida

Por Humberto Xavier Rodrigues A redenção do homem envolveu o cancelamento total da dívida. Tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e