Pesquisar
Close this search box.

Liga da Justiça parte 2 – Os menos piores melhores e os piores

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Colunas
  6. /
  7. Cultura
  8. /
  9. Liga da Justiça parte...

Por Samuel M. Bertoco

Semana passada eu falei de como o universo dos heróis da Liga da Justiça no cinema foi um fracasso e terminou agonizantemente no final do ano passado. “Ah mas tem alguns filmes que são até legaizinhos”… então, até tem, mas legalzinho pra os maiores heróis de gibi que já criaram, convenhamos que é muito, muito pouco. Conseguiram transformar a Mulher Maravilha em algo esquecível. Mas, teve sim, os que foram muito muito ruins. E eu vou lembrar você – e alguns bons.

  • Homem de Aço: O primeiro filme dessa maluquice toda, foi pra mim o melhor filme “sério” desse universo. Simples e preciso, mostrou um Clark Kent se tornando o Superman que conhecemos e enfrentando Zod, um também criptoniano, o que rendeu cenas de ação muito boas. Mesmo com algumas críticas sobre o final e sobre o clima mais soturno – que permeou quase tudo feito aí, ainda sim foi um belo filmaço.
  • O Esquadrão Suicida: O Deadpool da DCU, totalmente violento e nonsense esse filme agradou demais, mas é uma loucura inacreditável. Ainda rendeu a ótima série do Pacificador – que é a outra coisa boa que eles fizeram, daí é ladeira abaixo.
  • Esquadrão Suicida: Ué?? De novo? Sim e não. Pra vocês terem noção dessa bagunça inacreditável é que num intervalo de 4 anos criaram dois filmes com os mesmos personagens e atores diferentes – alguns sim e alguns não. Esse foi o primeiro. Um dos piores filmes que já tive o desprazer de ver. Pior que o trailer prometeu muito.
  • Aquaman: O primeiro ninguém liga, o segundo é horrível.
  • Mulher Maravilha: O primeiro foi legalzinho, o segundo é bem ruim – e ninguém liga também.
  • Flash: Eu nem sei o que falar dessa bomba inacreditável, parece que uns moleques fizeram no computador deles dentro da garagem. Lembra muito Mutantes, aquela novela da Record – sem querer ofender a novela.
    Todo resto é meio médio…se nunca viram nem percam tempo, se viram, só lamento.

Samuel M. Bertoco é formado em Marketing e Publicidade

Picture of Samuel Bertoco

Samuel Bertoco

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

literatura

Coisas do coração

Sobrelinhas – por Carla Kühlewein “O coração fica sempre no mesmo lugar?”. Essa é a pergunta que a curiosa Valentina faz para sua mãe, bem

literatura

Rabos literalmente presos

Sobrelinhas – por Maria Fernanda Teixeira de Toledo Quem não tem rabo preso que atire a primeira pedra! Agora, cá entre nós… o que te

literatura

No País das Maravilhas?

Sobrelinhas – por Carla Kühlewein É bem provável que você já tenha assistido à versão dos Estúdios Disney do livro clássico de Lewis Carroll ‘Alice

Religião

Andar em Cristo

Por Humberto Xavier Rodrigues Ao entregamos nossas vidas ao Senhor, tudo o mais não é senão um conhecimento do que Ele é em nós, como