Pesquisar
Close this search box.

Nosso alvo

Por Humberto Xavier Rodrigues

O único evangelho que é verdadeiramente boa-nova é o evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. O evangelho é a boa-nova anunciada pelos anjos aos pastores que estavam no campo: Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho.


E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor (Lucas 2:8-11).


A salvação como um ato que acontece quando recebemos, pela fé, a Jesus, depois de salvos temos um longo caminho que nos conduzirá a uma vida de santidade: Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados para a comunhão de seu Filho Jesus Cristo nosso Senhor (I Coríntios 1:9).


Contudo, a busca por uma vida de santidade, sem entendimento, tem conduzido muitos cristãos para um labirinto sem saída. Isto não significa que não devemos andar em santidade. O problema é quando usamos os nossos recursos para tal.


Isto significa andar com Jesus Cristo para que paulatinamente fiquemos familiarizados com vida Dele: (2 Coríntios 3:18). E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito.


Foi assim que Samuel Davis expressou maravilhosamente: “Grande Deus das maravilhas! Todos os teus caminhos mostram os atributos divinos; mas os atos incontáveis da graça perdoadora brilham mais que todas as outras maravilhas. Quem é Deus perdoador como Tu és? Ou quem tem a graça tão rica e sem preço”?


Quando o homem vê a penúria em sua “cabana” e é obrigado a contentar-se com algumas gotas de água que, com dificuldade, pode obter; e, se a luz do alto lhe revelar a profundeza de sua miséria, ele reconhecerá que, assim como a sede, o pecado suga até a última gota do seu sangue.


E, no meio de sua angústia, ele ouve uma voz dizer-lhe: E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida. Apocalipse 22:17.
Amém!!!

Humberto Xavier Rodrigues é formado em Teologia.

Humberto Xavier

Humberto Xavier

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Morrer ou, morrer

Por Humberto Xavier Rodrigues Sabendo isto: que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não

literatura

Duas casas, uma infância

Sobrelinhas – por Matheus Campana Godoi Antes de mais nada, um aviso: livros infantis nem sempre se passam em lugares fantasiosos, com reinos, castelos, reis,