Pesquisar
Close this search box.

Os piores maridos e esposas do Terror

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Colunas
  6. /
  7. Cultura
  8. /
  9. Os piores maridos e...

Por Samuel M. Bertoco

Entrando na onda do Halloween, e do terror do casamento, vamos lembrar alguns maridos boy lixo e umas esposas que não valem a pena, que nos filmes de terror vem acompanhado com algum assassinato, geralmente.

  • Jack (Iluminado): Vamos começar com um clássico. Jack antes de literalmente endoidar e tentar matar a própria família já não tava mandando bem, ou ir cuidar de um hotel no gelo no meio do nada e levar a esposa e filho é legal, nem vou entrar aqui no mérito do hotel estar amaldiçoado – mas, né..- Enfim, Jack enlouquece com os fantasmas ao redor e parte pra cima de sua família, no fim ele morre, mas ficou aí pelo menos um dano psicológico.
  • Rose (Corra): Tudo vai bem no seu relacionamento, é hora de conhecer os pais da gata. “Amor, tem certeza que eles não ligam pro fato de eu ser negro”? Imagina, eles vão adorar mais ainda. É…ela só não contou que eles usam os negros para, num tipo de feitiçaria misturado com ficção científica, colocar a mente de um ente querido deles que morreu no corpo do cara.
  • Adrian (Homem Invisível): O cara criou uma tecnologia inacreditável de ficar invisível, e, em vez de vender e ficar trilhardário, usa para stalkear e apavorar a companheira. É mole?
  • Guy (Bebê de Rosemary): Guy parece um cara legal, é atencioso, bonito e carinhoso. Mas aí ele faz um pacto com o demônio para sua própria esposa engravidar do tinhoso e dar a luz ao anticristo. Enquanto isso ele assiste a derrocada emocional da esposa com uma enorme cara de paisagem.

Samuel M. Bertoco é formado em Marketing e Publicidade

Picture of Samuel Bertoco

Samuel Bertoco

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

literatura

Coisas do coração

Sobrelinhas – por Carla Kühlewein “O coração fica sempre no mesmo lugar?”. Essa é a pergunta que a curiosa Valentina faz para sua mãe, bem

literatura

Rabos literalmente presos

Sobrelinhas – por Maria Fernanda Teixeira de Toledo Quem não tem rabo preso que atire a primeira pedra! Agora, cá entre nós… o que te

literatura

No País das Maravilhas?

Sobrelinhas – por Carla Kühlewein É bem provável que você já tenha assistido à versão dos Estúdios Disney do livro clássico de Lewis Carroll ‘Alice

Religião

Andar em Cristo

Por Humberto Xavier Rodrigues Ao entregamos nossas vidas ao Senhor, tudo o mais não é senão um conhecimento do que Ele é em nós, como