Pesquisar
Close this search box.

Outubro Rosa – Filmes

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Colunas
  6. /
  7. Cultura
  8. /
  9. Outubro Rosa – Filmes

Cena do filme Lado a Lado

Sem delongas, bons filmes que abordam esse assunto tão delicado e tão importante de ser difundido.

  • Lado a Lado: Esse é um clássico do gênero de dramas médicos. Um casal se separa, o pai arruma uma nova namorada que não é aceita pelos filhos dele, mas a situação muda quando a ex-esposa e mãe das crianças se descobre com câncer de mama. O longa tem atuações fortíssimas e uma direção consistente e delicada. Uma lição de união em tempos difíceis.
  • De volta às Quadras: Divertido e emocionante, tenta tratar com leveza sem deixar de lado a seriedade do assunto. Na trama umas amigas decidem retornar a equipe de basquete do colégio para competir com as atuais vencedoras, pois se ganharem conseguirão ajudar uma instituição que trata do câncer de mama. Um final surpreendente até, em um ótimo filme pra ver sem compromisso, mesmo tratando do que trata.
  • Uma chance para viver: Partindo um pouco pro outro lado, esse filme é baseado na história real de um médico que passou mais de dez anos pesquisando um medicamento na tentativa de descobrir a cura para o câncer de mama. Com boas atuações apesar de um roteiro meio lento, o filme mostra a corrida ingrata do médico em busca de aprovações, voluntários, testes. Importante contar que o medicamento em questão já é utilizado no tratamento de até 25% dos casos da doença.
  • Doce Novembro: Outro clássicão daqueles de chorar baldes. Sara conhece Nelson e o convence a passarem um mês morando juntos – Novembro, Rá . Ao final do tempo, Sara conta a Nelson que tem câncer terminal e pede que ele saia de sua vida, ele entende que ela teve vários “meses” e, mesmo com o coração duplamente partido, não desiste de prolongar os bons momentos que viveram. Filmaço!
Samuel Bertoco

Samuel Bertoco

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Erraram o alvo

Por Humberto Xavier Rodrigues Ó insensatos gálatas! quem vos fascinou para não obedecerdes à verdade, a vós, perante os olhos de quem Jesus Cristo foi