Pesquisar
Close this search box.

Um conto de fadas feinho

Por José da Paixão Daniel é graduando em Letras Português

O final de todo conto de fadas parece terminar da mesma forma: a princesa e o príncipe se casam e vivem felizes para sempre! Será? Pedro Bandeira traz uma proposta diferente em ‘O Fantástico Mistério de Feiurinha’, vencedor do prêmio Jabuti em 1986. O livro é uma deliciosa mistura de ingredientes pra lá de saborosos: magia, princesas, mistério, investigação e muita diversão. Tudo nele é uma surpresa, começando pela estrutura da história: tem apenas dois capítulos, e ao mesmo tempo onze (acredita?).

Acontece que ela começa no capítulo zero, continua no zero e meio, zero e três quartos e por aí vai…
Se você quer saber o que acontece com as princesas depois do “felizes para sempre”, este livro tem as respostas mais cômicas. Pra começar, Branca de Neve, Cinderela e outras princesas (incluindo a solteirona Chapeuzinho) se reúnem para encontrar uma que sumiu misteriosamente: a Feiurinha. Papo vai, papo vem, descobrem que as casadas têm o marido com mesmo nome, “Encantado” (coincidência?). Enfim resolvem tomar uma atitude: requisitam a ajuda do próprio narrador da história para desvendar o mistério. Surpreso, o escritor se vê tomado por uma dúvida que talvez seja sua também: “Feiurinha? Nunca ouvi falar…”.


Então o escritor começa uma verdadeira caça à tal princesa que ninguém conhece: “Todos os dias eu saía à rua em busca da pista da Feiurinha, procurando vovós contadoras de histórias, pesquisando arquivos os mais estranhos. Exausto, sem qualquer progresso, voltava para casa na certeza de encontrar as seis princesas, mais Chapeuzinho e mais um lacaio colorido, todos nervosos à espera das minhas novidades”. Até que decide consultar Jerusa, uma contadora de histórias porreta que ajuda a desvendar o tal mistério fantástico.


O universo da literatura infantil adverte: ‘O Fantástico Mistério de Feiurinha’ vai fazer você rir alto e questionar se as histórias encantadas são tão perfeitas quanto parecem. Se você quer realmente saber o que aconteceu com essa princesa, por que tem esse nome e qual sua verdadeira história, prepare-se para uma viagem hilária pelo universo maravilhoso desse conto de fadas feinho.

José da Paixão Daniel é graduando em Letras Português pela Unespar de Apucarana.

Picture of Carla Kühlewein

Carla Kühlewein

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

literatura

Rabos literalmente presos

Sobrelinhas – por Maria Fernanda Teixeira de Toledo Quem não tem rabo preso que atire a primeira pedra! Agora, cá entre nós… o que te

literatura

No País das Maravilhas?

Sobrelinhas – por Carla Kühlewein É bem provável que você já tenha assistido à versão dos Estúdios Disney do livro clássico de Lewis Carroll ‘Alice

Religião

Andar em Cristo

Por Humberto Xavier Rodrigues Ao entregamos nossas vidas ao Senhor, tudo o mais não é senão um conhecimento do que Ele é em nós, como