Pesquisar
Close this search box.

Valor da Oração

Por Monsenhor José Ágius

Encontro de amigos em sua terra natal, ilha de Gozo, Malta: Mons. José Agius e Cardeal Dom Mário Grech, secretário geral do Sínodo da Igreja e ajudante direto do Papa Francisco.

O tempo dedicado à meditação da Palavra de Deus não é perdido, mas é condição para não cairmos no ativismo desvairado. Só quem medita sobre os ensinamentos que lhe vêm ao espírito durante essa oportunidade de aplicação da Palavra a si mesmo terá ambiente interior para ver nos outros o próprio Deus. Essa relação nos foi apresentada por Nosso Senhor quando ele se identificou com aquelas pessoas que estavam com alguma necessidade corporal: fome, sede, frio, moradia, enfermidade no hospital e prisão. Ele elevou todos os nossos gestos de ajuda a um nível sobrenatural, de imenso valor, e dá-nos profundo sentido a caridade. Contudo, nos esquecendo pode acontecer que a rotina do trato com as pessoas turve essa visão bonita e faça-nos irmos nos esquecendo daquela realidade. Então, com o passar do tempo, esvai-se o sentido lindo do que o que se faz ao pobre e como se fosse feito ao próprio Jesus.

Como fazer para afastar o indiferentismo que nos leva a enfadarmo-nos de atendermos as pessoas e chegarmos ao ponto de tratá-las mal, em vez de levar-nos a enxergar Cristo nelas? A falta de oração, da meditação da Palavra de Deus nos faz esquecer tudo isto.


No Evangelho escrito por Lucas, capítulo 10, versículos de 38 a 42, encontramos o bonito testemunho de Marta e Maria. Neste relato, lê-se que Jesus, não dando importância ao fato de os judeus não verem com bons olhos duas mulheres receberem um homem em casa, aceitou o convite de Marta para pousar em sua casa. Maria, sua irmã, sentou-se aos pés do Mestre para ouvir suas palavras, enquanto Marta, preocupada com o almoço, foi prepará-lo. Atarefada, reclamou com Jesus: “Senhor, não te importas que minha irmã me deixe só a servir?” Jesus respondeu-lhe: “Marta, Marta, andas muito inquieta e te preocupas com muitas coisas; no entanto uma só coisa e necessária … Maria escolheu a boa parte, que não lhe será tirada”,


Assim e que deve ser também nossa oração.

Monsenhor José Ágius

Monsenhor José Agius Monsenhor

Monsenhor José Agius Monsenhor

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Religião

Dois Homens

Por Humberto Xavier Rodrigues O fariseu, posto em pé, orava de si para si mesmo, desta forma: Ó Deus, graças te dou porque não sou

Cultura

Retrospectiva 2023: Melhores Séries

Por Samuel M. Bertoco Começando tardiamente nossa retro, já vou deixando a informação aqui que esse ano não vai ter dos filmes, assistam Barbie e

Religião

Um propósito definido

Por Humberto Xavier Rodrigues A cruz, foi e é o fato mais revolucionário que já apareceu entre os homens. É por esta razão que a

Religião

Do ego para Cristo

Por Humberto Xavier Rodrigues Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu